Retorno ao Bem

(Meditação sobre o capítulo 67-Falibilidade do livro Justiça Divina)
Reunião pública de 23-10-1961
O Céu e o Inferno – 1
a Parte – Cap. IX – Item. 12.

67-JAPAO-cao-farejador-20110409-afp-GAnte as devastações do mal, apoia o trabalho que objetive o retorno ao bem.
– convida-nos Emmanuel.

Ao ler esta meditação, lembrei-me de uma excelente crônica de Rubem Alves intitulada Tênis x Frescobol, a qual apenas citarei a ideia central para efeito de nosso estudo.

Duas pessoas, duas raquetes e uma bola.

Vem comigo nessa reflexão?
Justiça Divina > 67-Retorno ao Bem (clique aqui)
Nas curiosidades: o erro do outro dentro de mim!

Anúncios

Sobre inacioqueiroz

Busco estudar a obra do Chico Xavier, porta-voz de grandes inteligências. Ao longo da leitura, me emociono e reavalio minhas certezas e dificuldades. Espero que esta seja uma pequena contribuição na grande obra do bem.
Esse post foi publicado em O Céu e o Inferno e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Retorno ao Bem

  1. Ana Silva disse:

    A Crônica do Rubens Alves está adequadíssima às questões basais da doutrina. Desconhecia a diferença entre o tênis e o frescoball. Passei para o grupo de estudos do Livro O Céu e o Inferno do qual faço parte no CEMA, Centro Espírita Maria Angélica no Recreio dos Bandeirantes. Todos os Posts e comentários, gosto de partilhar com o grupo, porque faz bem a todos nós. A Auto Cura é o caminho mais curto para a nossa evolução espiritual. É preciso enfrentar essa pessoa que trazemos dentro de nós.

    • inacioqueiroz disse:

      Que bom que gostou, Ana.
      Eu trago esse texto em meu coração, o do Rubem Alves.
      Sou contra qualquer diversão que diminua ou ria da dor ou desgraça dos outros.
      Videocacetadas, por exemplo, é alguém se machucando e todo mundo rindo.
      Não quero rir dos outros, quero rir com os outros.
      Não quero vencer de ninguém, quero que todos vençam juntos.

      Parabéns por esta iniciativa! Estou descobrindo maravilhas no livro O Céu e o Inferno.
      A maior caridade que fazemos pela Doutrina Espírita é divulgá-a dentro das nossas possibilidades.
      E não há como divulgar sem conhecê-la.

      Um abração e bom trabalho.
      Inacio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s