Série faz crescer em 445% busca pelo CVV

Estado de Minas (EM.org.br)
postado em 11/04/2017 08:55
Agência Estado

São Paulo, 11 – Depois da estreia da série 13 Reasons Why, produto da Netflix que trata de bullying e suicídio em uma escola americana, subiu 445% o número de e-mails com pedidos de ajuda recebidos pelo Centro de Valorização da Vida (CVV). Houve alta ainda de 170% na média diária de visitantes únicos no site.

Em 13 episódios, o programa retrata a dor de Hannah Baker, adolescente que sofre bullying e grava em fitas os motivos pelos quais teria dado fim à vida.

Segundo o centro, a maioria das pessoas que está buscando atendimento nos canais do CVV nos últimos dias é jovem e se identifica com a dor da personagem principal. A organização alerta que pais e familiares devem ter um olhar atento para mudanças de comportamento de adolescentes e não hesitar em pedir ajuda profissional. Especialistas ouvidos pelo Estado apontam que adolescentes devem ter acompanhamento de adultos ao assistir a série.

No site da entidade, que dá apoio psicológico 24 horas por e-mail, chat, skype e telefone, a média diária de 2,5 mil visitantes únicos saltou para 6.770 em abril – a série foi lançada em 31 de março. Anteontem, depois que a série foi alvo de críticas nas redes sociais, houve pico: 9.269 pessoas visitaram o site.

Em relação aos e-mails, entre 1.º e 10 de abril, o CVV registrou 1.840 mensagens, ante 635 no mesmo período de março. De uma média de 55 e-mails diários que chegam ao CVV, nos primeiros dez dias de abril esse número cresceu para mais de 300. Na semana passada, ao menos cem pessoas mencionaram a série.

Presidente do CVV e voluntário há 23 anos, Robert Paris afirma que os jovens têm buscado ajuda da entidade e citam a série por se sentirem tocados pelo conteúdo. “[ELES DIZEM]Então, na conversa que temos com essa pessoa, podemos trafegar livremente pelo personagem e por ela. Às vezes, dessa maneira, a pessoa fica mais à vontade para desabafar”, explica.

Paris orienta que os pais devem observar mudanças e comportamento e sempre ter um diálogo aberto. “Pergunte: ‘O que está se passando com você? Posso ajudá-lo? Vamos conversar?’. Às vezes, essas perguntas são mágicas.”

Em casos de mudança radical no comportamento do jovem, a ajuda profissional é indicada. O CVV, aponta o presidente, serve de “canal para alívio das dores psíquicas dos que precisam conversar”, mas não promove terapia. “Não pode ter aquele tabu de que ajuda profissional é ‘coisa para louco’, aquelas coisas que se dizem popularmente. Esta é a maior barreira à causa de prevenção do suicídio. O assunto tem de ser tratado com naturalidade. Falar é terapêutico.”

Acompanhamento

A grande repercussão de 13 Reasons Why tem levado psicólogos e pedagogos a se posicionarem sobre a série, que vem sendo assistida por estudantes e também pacientes.

A psicóloga e pesquisadora da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Luciana Zobel Lapa, que é orientadora educacional da Escola Stance Dual, diz que a série não é adequada para adolescentes que ainda não entraram no ensino médio. Ela também recomenda que os episódios sejam assistidos com acompanhamento dos pais. “Ou, pelo menos, assista primeiro e avalie a pertinência de os filhos assistirem”.

A gerente de Comunicação da Netflix, Amanda Vidigal, disse ao Estado que a empresa teve “total cuidado” ao produzir a série, por tratar de “temas sensíveis”, e destacou que toda a produção contou com apoio de uma consultoria de profissionais da saúde. “Também foi criado um after show de 30 minutos, exibido após a série, com produtores, atores e esses consultores que falam da importância do tema. Além disso, criamos um site que dá o contato dos grupos de suporte.” Nos três episódios com cenas mais pesadas – 9, 12 e 13 – há alertas para o espectador. As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.

http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2017/04/11/interna_nacional,861379/serie-faz-crescer-em-445-busca-pelo-cvv.shtml

o0o

Nota do autor do blog: para conhecer mais do tema “Suicídio” ou pedir ajuda!

 

Anúncios

Sobre inacioqueiroz

Busco estudar a obra do Chico Xavier, porta-voz de grandes inteligências. Ao longo da leitura, me emociono e reavalio minhas certezas e dificuldades. Espero que esta seja uma pequena contribuição na grande obra do bem.
Esse post foi publicado em Generalidades e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Série faz crescer em 445% busca pelo CVV

  1. O André Trigueiro também falou sobre essa série no facebook dele.

    • inacioqueiroz disse:

      Valeu a avaliação, Rafa.
      Esse assunto é muito grave.

      A PIOR forma de deixar o mundo físico é o suicídio.
      Se desencarnar é uma hora difícil, desencarnar cheio de angustias e ansiedades, medos e tristezas que nem o corpo físico estava suportando é terrivel.

      Numa comparação tosca, é uma ideia que equivale a uma pessoa altamente queimada ter que encarar o sol do Nordeste, antecipar a ida (antes de cicatrizar) e ainda decidir tirar todos os curativos, bandagens, pomadas e tecidos de proteção que amenizariam a dor na pele. A diferença nisso tudo é que o sol se esconde a cada 12h …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s