Encerrando …

PalestraE assim termina a temporada carioca de 2013.
Não poderia deixar de agradecer a todos que se envolveram com este grande projeto:
Ana Maria Spranger, a organizadora da agenda do Divaldo.

A equipe do Centro Caminho da Esperança e dos outros centros que trabalharam intensamente, todos sempre na retaguarda. Os voluntários dos stands, do áudio, da organização e dos lanches.

Divaldo 7E nossa eterna gratidão a Divaldo Franco, o “Paulo de Tarso” de nossos dias.

Obrigado, irmão Divaldo.

Deus o abençoe muitas vezes por seu imenso esforço pelo amor do Cristo.

Peço ainda, humildemente, que aqueles que leram estas grosseiras tentativas de transcrever parte das palestras, que tenham um olhar caridoso para o meu esforço, sabendo que elas estão muito longe do grande conteúdo apresentado por Divaldo. E agradeço a quem me aponte qualquer erro que tenha cometido. Obrigado.

Vamos terminar como Divaldo Franco terminaria?

Poema da Gratidão

GratidãoMuito obrigado, Senhor, pelo que me deste, pelo que me dás!
Muito obrigado, pelo pão, pelo ar, pela paz!
Muito obrigado, pela beleza que meus olhos vêem no altar da Natureza!
Olhos que fitam o céu, a terra e o mar.
Que acompanham a ave fagueira que corre ligeira pelo céu de anil e se
detém na terra verde, salpicada de flores em tonalidades mil!

Muito obrigado, Senhor, porque eu posso ver o meu amor!
Diante da minha visão, pelos cegos, formulo uma oração. Eu sei, que
depois dessa lida, na outra vida, eles também enxergarão!

Muito obrigado, Senhor,
pelos ouvidos meus que me foram dados por Deus.
Ouvidos que ouvem o tamborilar da chuva no telheiro
A melodia do vento nos ramos do olmeiro
As lágrimas que vertem os olhos do mundo inteiro!

Ouvidos que ouvem a música do povo que desce do morro na praça a cantar.
A melodia dos imortais, que se houve uma vez e ninguém a esquece nunca mais!
A voz melodiosa, canora, melancólica do boiadeiro.
E a dor que geme e que chora no coração do mundo inteiro!

Diante de minha capacidade de ouvir, pelos surdos, eu Te quero pedir, eu
sei, que depois desta dor, no Teu reino de amor, eles também ouvirão!

CantarMuito obrigado, Senhor, pela minha voz!
Mas, também, pela voz que canta, que ensina, que alfabetiza, que canta
uma oração e Teu nome profere com sentida emoção!

Diante da minha melodia, quero Te rogar, pelos que sofrem de afazia, pelos
que não cantam de noite e não falam de dia.
Eu sei, que depois desta dor, no Teu reino de amor, eles também cantarão!

Muito obrigado, Senhor, pelas minhas mãos!
Mas, também, pelas mãos que oram, que semeiam, que agasalham.
Mãos de amor, mãos de caridade, de solidariedade.
Mãos que apertam mãos.
Mãos de poesia, de cirurgia, de sinfonia, de psicografias…
Mãos que acalentam a velhice, a dor e o desamor!
Mãos que acolhem ao seio, o corpo de um filho alheio, sem receio.

DançarPelos meus pés, que me levam a andar sem reclamar.
Muito obrigado, Senhor, porque posso bailar!
Olho para a Terra e vejo amputados, marcados, desesperados,
paralisados…

Eu posso andar!
Oro por eles!
Eu sei, que depois dessa expiação, na outra vida, eles também bailarão.

Muito obrigado, Senhor, pelo meu lar!
É tão maravilhoso ter um lar… Não importa se este lar é uma mansão
um bangalô, seja lá o que for!

O importante, é que dentro dele exista amor!
O amor de pai, de mãe, de marido e esposa, de filho, de irmão…
De alguém que lhe estenda a mão, mesmo que seja o amor de um cão, pois,
é tão triste viver na solidão!

Creio3Mas, se não tiver ninguém para me amar, um teto para me acolher, uma
cama para me deitar…
Mesmo assim, não reclamarei, nem blasfemarei.
Simplesmente, direi:

Obrigado, Senhor, porque, nasci.
Obrigado, Senhor, porque, creio em Ti!
Pelo Teu amor, obrigado, Senhor!

Amélia Rodrigues / Pscografado por Divaldo Franco
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s