16-Dói

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 16-Na Escola da Vida)
Reunião pública de 13-3-61
CI – 1a Parte – Cap. VII – Item 3 inciso 23.

16-Dor

O que é mais difícil: vivenciar a dor ou acompanhar a dor de alguém querido?

Não sei!

Faz pouco, ouvi outro coração amigo, sofrido, dizer entre lágrimas:
– Eu faria qualquer coisa para trocar de lugar com ele!

São dores tão grandes, que existem hoje grupos de apoio para as famílias de doentes.
Nas mais diversas modalidades: doenças do corpo, seja câncer, AIDS, paralisias, etc; doenças da mente, seja esquizofrenia, autismo, etc; doenças da alma, seja drogadição, alcoolismo, pânico, etc.

16-SolidarioDói muito ver a dor nos olhos de quem amamos, atravessando o necessário reajuste na carne.

Dói muito também quando amamos aqueles que estão imersos no crime e na ignorância.

Vários conhecem que amargas conseqüências recolherão, mais tarde, e, apesar disso, rendem-se, inermes, às garras da tentação.” – observa Emmanuel.

Dói ver amigos declararem suas virtudes e rolarem na crueldade.
Dói ver os incentivadores de nossa fé entregarem-se ao desespero e à paralisia.

Há mesmo quem diga que o maior sofrimento de Jesus não teria sido a crucificação, mas antes conviver com nossas tantas dificuldades e ignorâncias recorrentes.

16-Jesus curaExclama Jesus: “Ó geração incrédula e perversa, até quando estarei convosco e vos suportarei?” (Lc 9:41). E segue o Mestre adiante para ajudar quem sofre.

Entretanto, ainda mesmo te arroles entre as vítimas, carregando o peito dilacerado, não ergas a voz para persegui-los. Estão marcados em si mesmos pelo remorso que trazem no seio.” – solicita-nos Emmanuel.

É muito fácil levantar críticas e condenações, ponderar sobre a Lei do Karma para quem está sofrendo, apontar os sintomas e encontrar as causas malignas no passado do vitimado.

Mas isso não é maldade com quem já está sofrendo?
Se não enfiamos nosso dedo em carne ulcerada para não amplificar dores, por que enfiar idéias dolorosas na consciência já chagada pelo arrependimento?

16-AjudarPor que amplificar amarguras de quem já vive, quase sempre, exilado do carinho dos parentes, soluçando entre lágrimas e aflições?

Em lugar de fel e desprezo, dá-lhes amor e esperança, a fim de que despertem a vontade entorpecida para o campo do bem.” – convida-nos Emmanuel.

16-JudasAbençoa e ora sempre, seja a situação que for.
Mesmo quando agredido pelo desvario ou pela inconsciência, abençoa e ora ainda mais.

Deus é Pai de todas as criaturas.
E cada filho, mesmo o mais vil, receberá o necessário reajuste nas bênçãos da reencarnação.

É o Divino Amor bendizendo a escola da carne, para que nenhuma ovelha permaneça  perdida ou abandonada nos caminhos que nos levará, todos, para o Verdadeiro Amor.

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Primeira Parte – Doutrina
CAPÍTULO VII – As Penas Futuras segundo o Espiritismo 

3. CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

1º — A alma ou Espírito sofre na vida espiritual as conseqüências de todas as imperfeições que não conseguiu corrigir na vida corporal. O seu estado, feliz ou desgraçado, é inerente ao seu grau de pureza ou impureza.

23º — Um fenômeno mui freqüente entre os Espíritos de certa inferioridade moral é o acreditarem-se ainda vivos, podendo esta ilusão prolongar-se por muitos anos, durante os quais eles experimentarão todas as necessidades, todos os tormentos e perplexidades da vida.

*** Curiosidades ***

-Na figura inicial, fiquei pensando: o cachorro está consolando o menino ou está sendo consolado? Aceito sugestões! (rsrs)

-Gostei muito da figura acima que definiu a solidariedade. Gosto também da definição de “misericórdia”: perceber a miséria do próximo (miser) com nosso coração (córdis). Os espíritos sempre nos advertem sobre a pobreza de nossa linguagem. Precisamos conhecer mais e melhor as palavras. Divaldo Franco tem por obrigação aprender todos os dias 10 palavras novas!

-Devo confessar que a frase de Jesus em Lucas 9:41 me incomodou. Soou-me por um instante como sendo uma crítica. Meditando depois sobre ela, passei a entendê-la como uma grande advertência sobre como anda nossa fé e a necessidade de trabalhar mais e melhor nossos sentimentos. E ainda deixou patente como é sofrido para qualquer um vivenciar essa diferença entre o espírito que se adiantou e os que permanecem paralisados!

É fato: toda pessoa que convive por um longo tempo com um ente querido adoentado, tem enorme possibilidade de adoecer também. Não adoece propriamente da mesma doença, mas pode desenvolver a mesma (se for algo contagioso) ou outras patologias físicas ou mentais ou, principalmente, emocionais, todas em função dessa convivência. Isso ocorre com maior intensidade quando estamos na adolescência, em período de formação de quem somos.  A constatação dessa verdade é que dá base para criação de todos os grupos de apoio aos familiares de pessoas doentes. (E se vc está nessa situação e ainda não percebeu onde está sendo afetado, procure conversar com algum especialista!). 

Anúncios

4 respostas para 16-Dói

  1. Vejo que, quanto mais estudo, mais fica claro que tenho ainda muito que aprender!
    O criador nos dar essa oportunidade. Vamos aproveitar.
    Orar e vigiar, é o grande primeiro passo, o primeiro momento para a gradecer a DEUS.
    Abraços.
    Eugênio

    • inacioqueiroz disse:

      Obrigado pelo comentário, Eugênio.
      É verdade, os espíritos passaram para Kardec qual a regra áurea:
      Amai-vos, o primeiro mandamento; instrui-vos, o segundo!

      A instrução nos leva a compreender e depois discernir o certo do errado.
      Sem ela, estamos sempre no escuro.
      Por isso que o prórprio Jesus mostrou que sua missão não era remendar corpos, mas sim iluminar consciências.
      Abração e obrigado pelo comentário.
      Inacio

  2. Clair Maria Pomorski da Rocha disse:

    Me apóio na doutrina espíria!! Quando sinto arrepios perto da cabeça, geralmente do lado, ou atrás, é sinal de que algo está para acontecer, com relação ao meu irmão…….Não é acaso….ou neura minha…….É aviso da espiritualidade……..E dias atrás, me dei conta de que se eu falar com ele, quando ele está dormindo, roncando literalmente, ele fica mais tranquilo, mais calmo…..

    • inacioqueiroz disse:

      Muito bacana estas suas percepções, Clair.
      Realmente, os espíritos falam que, se o corpo tem bloqueios, o espírito está muitas vezes bem lúcido.
      E o desprendimento durante o sono permite que façamos contato diretamente com ele (espírito), sem o bloqueio orgânico.
      Podemos ver isso acontecendo no filme “O Sexto Sentido”, quando o espírito precisa se comunicar com um encarnado “não médium” e aproveita o sono do encarnado para falar de espírito para espírito.
      Claro, de encarnado para espírito desprendido também funciona.
      É e um grande recurso quando o encarnado vivencia bloqueios sensórios.

      Suas experiências são muito importantes para todos nós.
      Abração,
      Inacio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s