20-Servir e Servir

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 20-Missões)
Reunião pública de 27-3-61
CI – 1a Parte – Cap. III – Item 14.

20-8onhoMeuSe eu fosse um político / minha vida / não seria / assim !!! É, é, é, é!” – canta a música sobre as desventuras de um certo Manuel (quefoi pro céu, diz a letra bem humorada).

20-sonhar-acordadoTodos nós já passamos pelo devaneio da fama, da fortuna e do poder, ainda que só quando éramos crianças.

Ser um artista famoso, ser influente político, ser poderoso, ter a beleza estonteante ou alguma habilidade invejável.

Nesse capítulo, Emmanuel medita sobre pesos e sacrifícios daqueles que recebem da Consciência Divina grandes compromissos, talentos e posições notáveis, comparando-os com o papel que fomos chamados a cumprir.

Pensemos nas responsabilidades que enrugam e queimam a fronte dos poderosos administradores.

20-estudarNas agonias e padecimentos dos grandes juizes, sob justo temor dos erros que podem devastar vidas.

Nas disciplinas insanas que os famosos cientistas precisam submeter-se, como preço pelos altos objetivos que desejam alcançar.

Nas lutas contínuas e extenuantes onde os ricos industriais se aprisionam e gastam seus dias.

Abraça a atividade singela que o mundo te reservou, respeitando a importância da vida.” – recomenda-nos Emmanuel.

20-aradoOs louros do sucesso são cobiçados por muitos, mas raramente quem se encanta com as luzes da glória percebe o forte alicerce que precisa ser fincado no solo antes de erguer-se cada construção.

Se somos chamados à tarefa no lar, precisamos lembrar que cada pessoa notável teve um pai e/ou uma mãe que o amou, um lar e professores devotados que o ajudaram nos primeiros passos para alçar grandiosos vôos.

O arado que semeia é irmão da pena que escreve.” – observa Emmanuel.

Nem imaginamos quantas cozinheiras são responsáveis indiretas por grandes avanços científicos porque souberam alimentar e seduzir o paladar das futuras grandes mentes.

20-jesus trabalhandoPerante a Sabedoria Suprema, todas as atividades devotadas ao bem são grandes missões, todas abençoadas pelo Divino Amor.

Atende, pois, de coração alegre, ao dever que te cabe, e, se ninguém na Terra dá conta de teus passos, ignorando-te a presença, nem por isso abandones o trabalho humilde que a vida te confiou, na certeza de que Deus é também o Grande Anônimo, a ensinar-nos, na base de toda a sabedoria e de todo o amor, que o mais alto privilégio é servir e servir.”  (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Primeira Parte – Doutrina
CAPÍTULO III – O CÉU

14. Ao lado das grandes missões confiadas aos Espíritos superiores, há outras de importância relativa em todos os graus, concedidas a Espíritos de todas as categorias, podendo afirmar-se que cada encarnado tem a sua, isto é, deveres a preencher a bem dos seus semelhantes, desde o chefe de família, a quem incumbe o progresso dos filhos, até o homem de gênio que lança às sociedades novos germens de progresso.
É nessas missões secundárias que se verificam desfalecimentos, prevaricações e renúncias que prejudicam o indivíduo sem afetar o todo.

*** Curiosidades ***

-Sempre que medito sobre o assunto trabalho versus sucesso, lembro das reuniões vazias que frequentei em grupos iniciantes. Sempre citavam a questão da paciência e persistência, lembrando que toda floresta inicia com sementes e, depois, com pequenos arbustos. Certamente, Chico Xavier passou por muitas reuniões vazias antes que a fama carregasse multidões para seus trabalhos mediúnicos. E muitos anos de disciplina foram necessários!

-Os espíritos nos dizem que os vultos aclamados no plano espiritual passam muitas vezes como desconhecidos em nosso plano. Claro, nossos valores ainda são voltados para tesouros transitórios, desconhecendo o heróico valor das grandes renúncias e do amor verdadeiramente incondicional.  Hoje, entendo que mais vale ser o herói na vida de uma pessoa do que sonhar com heroísmos para multidões. O primeiro está frequentemente a nossa mão, enquanto o outro pode não chegar nesse encarne.

-Quando Jesus falou que é mais fácil um camelo passar numa agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus, muitos interpretaram que rico nenhum entra no céu. Seria verdade? A riqueza nos faria perder o acesso ao céu? A verdade é que existem pobres muito mais avarentos e cruéis que vários ricos. Por outro lado, posso ser rico nesse encarne e pobre no encarne seguinte. Logo, o problema não é o quanto eu possuo, mas o que eu faço com isso. Se sou rico e me afundo no egoísmo e na usura, estou bem longe do céu. Mas se minha riqueza alimenta famílias, gera sustento e realizações, não me joga em viciações ou na soberba, estarei cumprindo uma grande missão perante meus compromissos de encarne. A grande dificuldade é atravessar toda a facilidade da riqueza sem ser possuído por ela !! 

-Chico Xavier sempre nos pedia para orarmos pelos políticos! São encarnes com grandes armadilhas e provações. Que Jesus abençoe a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s