25-Tá Marcado

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 25-Viajantes)
Reunião pública de 28-4-61
CI – 2a Parte – Cap. I – Item 1.

25-DitadorLembra daquele poderoso ditador que dominou todo um continente a ferro e fogo, impiedosamente, durante décadas?

Espalhou medo e terror que pareciam nunca ter fim.
Destruiu cidades e famílias, controlou consciências e corações.

Mas ele … tinha um encontro marcado com o destino.
E se foi!

25-enfermeiraE aquela famosa cientista, que desafiou sua época provando o valor das mulheres para a Ciência? Invadiu a intimidade da matéria e fez o conhecimento avançar.

Provou não só que suas descobertas eram importantes, mas elaborou meio prático para usá-las e salvou vidas.
Foi reconhecida, condecorada, aplaudida, homenageada, honorificada de várias formas.

Mas ela … tinha um encontro marcado com o destino.
E também se foi!

Foram pais, uns amigos, outros repressores.
Foram patrões, uns parceiros, outros desagregadores.
Foram ricos, famosos, belíssimos, atléticos, perigosos, inteligentes.
Foram simples, mansos, doces, agradáveis, pobres, limitados, sofridos.
Você os conheceu em algum momento de sua caminhada.

Não temos como avaliar se eram de todo bons ou maus, justos ou injustos, visto que não temos como avaliar em profundidade e plenitude suas ações, pensamentos e corações.
Mas todos tinham encontros marcados com seus destinos.
E também se foram!

25-TempoPondera Emmanuel: “No entanto, não ignoras que nem o poder e nem o encargo, nem a juventude nem o ouro, nem a fama e nem a Ciência lhes conferiram qualquer privilégio de fixação. Todos passaram uns após outros…”.

Lembra que eu e você também temos encontros marcados com nossos respectivos destinos.

E estaremos lá no dia e hora marcada.

O que levaremos conosco para além dessa hora? Nada?
Não! Levaremos aquilo que tivermos feito de nós mesmos.

25-JESUSNão que eu tenha que viver todos os dias de minha vida pensando apenas em meu último instante.

A vida é bela e precisa ser aproveitada e comemorada.

Mas saber que tenho encontro marcado com meu destino, que irei atravessar um portal e continuarei caminhando além dele, isso modifica muitas das minhas ambições, certezas, birras infantis, ilusões, teimosias, apegos, valores e etc.

Vive, pois, de tal modo que todos aqueles que convivem contigo possam, mais tarde, lembrar-te o nome, como quem abençoa a presença da fonte ou agradece a passagem da luz.”.  (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Segunda Parte – Exemplos
CAPÍTULO I – O PASSAMENTO

Item 1. A certeza da vida futura não exclui as apreensões quanto à passagem desta para a outra vida. Há muita gente que teme não a morte, em si, mas o momento da transição.
Sofremos ou não nessa passagem?
Por isso se inquietam, e com razão, visto que ninguém foge à lei fatal dessa transição. Podemos dispensar-nos de uma viagem neste mundo, menos essa. Ricos e pobres, devem todos fazê-la, e, por dolorosa que seja a franquia, nem posição nem fortuna poderiam suavizá-la.

*** Curiosidades ***

-Há muitas histórias sobre aqueles que desejavam vencer a morte e viver para sempre. O imperador Tchi, que unificou toda a China, foi orientado pelos médicos da época a sorver doses de mercúrio e jade para não morrer. Morreu intoxicado, é claro. Tem aqueles que tentam os “pactos demoníacos”, onde alguém garante corpo fechado, sucesso e vida longa… até o dia da cobrança! O mais conhecido é o romance Fausto, uma ficção. Mas há quem diga que Rasputin tinha algum tipo de pacto. Mesmo ele, tendo ou não algum acordo, não fugiu ao encontro com o destino.

-O fato é que o medo da morte permanece como o maior medo da humanidade. Há mesmo quem afirme que todas as formas de religião são meios do psiquismo humano acreditar que não irá desaparecer nas sombras do túmulo. E eu acreditaria nesse argumento tranquilamente se não tivesse surgido em meu caminho o Espiritismo.

-Conheço ao menos uma pessoa que, por medo da morte, nunca vai a médico nenhum. Tem medo do médico diagnosticar uma doença fatal. E quantos não se apavoram com bactérias, viroses e germes: o bilionário Howard Hughes viveu seus últimos 30 anos trancafiado em casa com fobia a germes. Não impediu da morte chegar até ele.

-Então, sendo este encontro algo tão certo, fica a pergunta: eu tenho me preparado para aceitar a minha morte e a morte daqueles que amo? Querendo responder para todos, seja bem-vindo!

Anúncios

2 respostas para 25-Tá Marcado

  1. Aline Valente disse:

    No ano passado, tive a certeza desse encontro. Vivemos como se ele nunca fossr acontecer, e somos surpresos qdo se apresenta. Tenho 40 anos e sou espirita por escolha prpria desde od 12. Foi uma expetiencia transformadoa, pois todas as nossas crenças e vslores se tumultuam. Duvidamos e inrxplicavelmente agarramos um gde fé. Aprendi q nossa maior dificuldadr eh romper os laços afetivos q construimos durante a existencis

    • inacioqueiroz disse:

      Obrigado por seu depoimento, Aline.
      Apenas aqueles que já vivenciaram situações assim podem nos instruir sobre a questão com autenticidade e emoção.
      Li algo bem semelhante no livro Voltei! do Irmão Jacob / Chico Xavier.

      Muito obrigado por seu depoimento.
      Creia, poderá ajudar a quem vive o mesmo e venha passar nesse humilde estudo.
      Abração,
      Inacio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s