39-Prece e Trabalho

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 39-Ora e Serve)
Reunião pública de 16-6-61
CI – 1a Parte – Cap. III – Item 7.

39-bebe-chorandoAo terminar de ler o texto para estudo dessa semana, abaixei a cabeça e chorei!
Não sentia forças para nada mais que isso.

São muito os textos de Emmanuel que, ao terminar, me pergunto com sentida sinceridade:
-Senhor, como farei para refazer estas palavras se elas são perfeitas como são?
-Sinto-me tão pequeno e boçal perante as luzes que vertem do infinito sobre minha alma…

Em minhas lágrimas, eis que o próprio texto, em sua simplicidade, me socorreu:
– Ora e serve.
A prece irá te acalmar.
O trabalho te revelará nuances que você ainda não percebe.

39-orando-21E fiz a oração mais chorosa, comovida e apaixonada que já fui capaz de fazer desde que comecei esse pequeno esforço de libertar as idéias do mestre Emmanuel das prateleiras de livros.

Nesse capítulo, Emmanuel orienta a quem alegremente anseia pelo progresso e aprimoramento pessoal:

… se cultivas sinceridade e decisão contigo mesmo, abraça o trabalho e a prece, como sendo a embarcação e a bússola do caminho.

Vamos colocar nossa embarcação no mar?

Sabe que encontraremos as rochas da incompreensão, escondidas, traiçoeiras, despontando vez por outra das águas?
Na prece, encontraremos nossa luz.
No trabalho, encontraremos nossa libertação.
Ora e serve!

39-monstros-marinhosE as feras marinhas que nos apavoram, que surgem nos trazendo medo, ameaçando nossa vontade de prosseguir?

Na prece, encontraremos o melhor caminho.
No trabalho, a melhor defesa.
Ora e serve!

E quando o barco tremer pela força das tempestades, nas aflições que estrugem, oprimindo nosso coração e nos convencendo que tudo irá afundar e ruir?
Na prece, encontraremos novo ânimo.
No trabalho, a força restaurada.
Ora e serve!

39-NaufragioE quando dez caírem a nossa direita, por cansaço ou desânimo, e cem caírem a nossa esquerda, por escândalos e intrigas, e toda tarefa estiver apenas em nossas mãos?

Na prece, encontraremos silenciosa inspiração.
No trabalho, os caminhos do aperfeiçoamento.
Ora e serve!

Assim nos ensinou Jesus, nosso mestre querido, quando navegou pelo oceano do suor e das lágrimas. Orando e servindo sempre!

39-RessurgeEm meio a tempestade que atravessou, nenhum amigo prontificou-se voluntariamente a compartilhar de sua nau em forma de cruz.

Tão alto, porém, acendeu ele a flama da prece que pôde compreender e desculpar os próprios algozes, e tão devotadamente se consagrou ao trabalho que conseguiu vencer os abismos da morte e voltar aos braços dos amigos vacilantes, como a repetir-lhes em regozijo e vitória:

– ‘Tende bom ânimo! Eu estou aqui.’”   (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Primeira Parte – Doutrina
CAPÍTULO III – O CÉU

Item 7. O progresso nos Espíritos é o fruto do próprio trabalho; mas, como são livres, trabalham no seu adiantamento com maior ou menor atividade, com mais ou menos negligência, segundo sua vontade, acelerando ou retardando o progresso e, por conseguinte, a própria felicidade.

Enquanto uns avançam rapidamente, entorpecem-se outros, quais poltrões, nas fileiras inferiores. São eles, pois, os próprios autores da sua situação, feliz ou desgraçada, conforme esta frase do Cristo: — A cada um segundo as suas obras.

Todo Espírito que se atrasa não pode queixar-se senão de si mesmo, assim como o que se adianta tem o mérito exclusivo do seu esforço, dando por isso maior apreço à felicidade conquistada.

A suprema felicidade só é compartilhada pelos Espíritos perfeitos, ou, por outra, pelos puros Espíritos, que não a conseguem senão depois de haverem progredido em inteligência e moralidade.

O progresso intelectual e o progresso moral raramente marcham juntos, mas o que o Espírito não consegue em dado tempo, alcança em outro, de modo que os dois progressos acabam por atingir o mesmo nível.

Eis por que se vêem muitas vezes homens inteligentes e instruídos pouco adiantados moralmente, e vice-versa.

*** Curiosidades ***

-Pois é, amigos, este texto está realmente encharcado com minhas lágrimas. Já chorei diante de muitos textos sublimes nessa minha audaciosa aventura de construir “releituras” das ideias de Emmanuel. Mas nesse, não sei o que deu, desatei a chorar e tive de fazer força para me controlar. Meditando agora, vejo que tem 3 fatores que me sensibilizam intensamente: 1- O texto casa profundidade com grande simplicidade. Tanta gente fala difícil, enrolado, abstrato demais! Emmanuel não! 2-O tema toca minha vivência recente com grande intensidade. 3-Textos que trazem as saudações de Jesus me abalam. É quase como se eu sentisse a presença dele no ato da leitura.
Recomendo fortemente que leiam este capítulo no original.

-Dois detalhes bem legais do texto de Kardec. Primeiro, ele desenvolve as ideias finais presentes na Parábola do Semeador. As sementes que caem em boa terra produzem umas a cem, outras a sessenta e outras a trinta por um. Cada um tem sua própria velocidade na produção do bem. Uma vez mais, as ideias de Kardec em consonância com o Evangelho de Jesus. Segundo detalhe legal é a visão de que adiantamento intelectual não equivale a adiantamento moral. Alguém que discursa muito bem pode não ser capaz de viver aquilo que discursou. Ainda é conhecimento, mas não é sabedoria porque ele ainda não discerniu (casou conhecimento intelectual com emocional e aplicou em sua vida prática) aquilo que discursa. Grande Mestre Kardec !!!

-O ESE (Evangelho segundo o Espiritismo) é famoso por funcionar como oráculo nas nossas dúvidas. Como se faz? Faça uma breve oração, pense na sua dúvida e abra uma página ao acaso. Havendo merecimento, os amigos espirituais poderão trazer um parágrafo que terá respostas ou orientações imprescindíveis ao que foi questionado.
Mas, como em tudo, que não usemos de forma leviana.
Ou seja, usar quando realmente for importante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s