58-Na Escola, Sem Cola

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 58-Precisamente)
Reunião pública de 11-9-61
CI – 1a Parte – Cap. VII – Item 3 – inciso 11.

58-Estrada do tempoDiante das soluções aguardadas para amanhã, é imperioso
atender aos problemas de hoje.
– assim inicia Emmanuel esta meditação.

Lembrei-me da 5ª Lei Espiritual, descrita por Deepak Chopra em seu livro “As Sete Leis Espirituais do Sucesso” (ou da Vida, como ele mesmo corrige na introdução da obra.)

A Lei da Intenção e do Desejo:
“É inerente a toda intenção e a todo desejo o mecanismo de sua realização… a intenção e o desejo tem, no campo da potencialidade pura, o poder da organização infinita.
“E quando introduzimos uma intenção no campo fértil da potencialidade pura, colocamos essa infinita organização a nosso serviço.”

Dessa forma, ter a intenção ou desejar, no contexto certo, é promover realização.
Mas o que andamos desejando? Quais tem sido nossas intenções?

58-as sete leisMuitos de nós trazemos nos lábios idéias e ideais lindos.

Porém, quando estamos diante da possibilidade de realização, levantamos inúmeras barreiras, visto que outras intenções e desejos ocultos mostram-se mais poderosos.

Emmanuel, então, enumera as nossas desculpas mais comuns, as quais eu traduzi em frases:

– Não posso servir ou auxiliar porque não tenho a condição moral necessária.
Mas é justamente o suor no servir, no auxílio, na prática do bem, que trará para nosso coração a condição moral que nos falta, limpando nossas faltas.

– Não posso estar nesse grupo de trabalho porque fiz coisas horríveis no passado.
Mas é na chance do bom trabalho, no benefício de outros, que resgatamos o nosso passado.

“- Não tenho paciência para este tipo de serviço. Já briguei e nem quero saber mais disso.
Mas é exercitando a bondade para com todos que encontraremos desculpas para nossas faltas e o futuro equilíbrio para não cairmos mais.

58-Nao aguento mais– Não aguento fazer essas coisas. Não tenho forças para nada disso

Porém, as tribulações continuarão a nos buscar em nossa estrada até o dia em que decidirmos trabalhar a nossa fortaleza, seja pelo amor ou pela dor.

– Não sirvo para nada. Não tenho habilidade para trabalhar com essas coisas.
Mas é o trabalho aceito de forma prestativa que faz-se valioso professor nas inúmeras lições e habilitações que podemos conquistar todos os dias.

– Não conheço esse assunto. Prefiro ficar apenas como assistido.
Mas é na experiência difícil e desafiante onde podemos conquistar largas instruções.

Não te isoles, a pretexto de imperfeição.” – orienta-nos Emmanuel.

A intenção de quem está na escola precisa ser aprender.
E todo convite que a vida nos faz é oportunidade para o aprendizado.

Para quem se aplica, o prêmio é a competência.
Para quem foge, o convite é o da repetência.

58-vem_segue_meAssim ocorre com todos nós nessa grande escola das almas.
A oportunidade é igualmente oferecida para todos, para quem queira aproveitar.

O tempo, contudo, assemelha-se ao professor equilibrado e correto que premia o merecimento, considera o esforço, reconhece a boa vontade e respeita a disciplina, mas não cria privilégio e nem dá cola a ninguém.”  (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Primeira Parte – Doutrina
CAPÍTULO VII – As Penas Futuras Segundo o Espiritismo

CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

1º — A alma ou Espírito sofre na vida espiritual as consequências de todas as imperfeições que não conseguiu corrigir na vida corporal. O seu estado, feliz ou desgraçado, é inerente ao seu grau de pureza ou impureza.


11º — A expiação varia segundo a natureza e gravidade da falta, podendo, portanto, a mesma falta determinar expiações diversas, conforme as circunstâncias, atenuantes ou agravantes, em que for cometida.

*** Curiosidades ***

– Segundo Chopra, ao colocarmos nossa intenção como centro de nossa atenção e interesse, essa intenção ganha forças descomunais, se reorganizando infinitamente até que se realize. Podemos não alcançar pelos caminhos ou no tempo que imaginamos, mas fatalmente se realizará. Os espíritos afirmam que a Lei de Deus não julga o ato em si, mas julga a intenção. E o próprio Jesus afirma que, ao desejarmos algo em pensamento, aquilo já se realizou em nosso coração. Em suma, a intenção é força poderosíssima e nem imaginamos o quanto.

– Esse entendimento está alinhado com as palavras de Kardec acima, no inciso 11 (vide Leitura da Questão). Uma falta pode ter como atenuante a ausência de intenção. Por exemplo, alguém que, ao limpar uma arma, dispara acidentalmente e mata alguém. Os próprios espíritos auxiliam no esclarecimento, como já vimos em psicografias de Chico Xavier. E uma expiação pode ocorrer com total ausência de uma ação ruim, mas baseada numa intenção que não teve oportunidade para se realizar. É o caso de pessoas que desencarnam antes que cometam grandes faltas.

– Você já usou alguma dessas frases? A do grupo, a segunda, eu já usei. Ai,ai! Mas aprendi que a vida convida porque a hora de crescer chegou.
Se usou, conta pra gente!
Nosso testemunho corajoso auxilia muita gente.

– Pergunta: Por que o tempo não dá cola ???

6 respostas para 58-Na Escola, Sem Cola

  1. Dani de Faria disse:

    Será que peguei pesado demais? Sabes que te adoro. É que costumo lutar pelas ideias que defendo. É…talvez tenha que aprender a ser menos “guerreira”…
    Gostei do “recalcitrância” rsrsrsrs…será que essa sou eu….
    Seu blog é lindo, fofinho! Se por um acaso você gastou seus “bônus-luz” em algo que não deveria, não se preocupe! Ganhará tudo de volta.

    Bjs,
    Dani

    • inacioqueiroz disse:

      Pegou pesado não, Gatinha.
      Vc foi coerente, embasada e pertinente.
      Quem dera todos comentassem e discordassem nesse bom nível!
      São essas trocas ricas que nos propiciam o discernimento, o nascedouro da sabedoria.
      O aprendiz atento descobre o que pensa, o que sente e como lida com outras faces da mesma verdade.

      Comente mais, discorde mais, aponte meus erros e acertos.
      Respeitar o tempo de cada um é realmente muuuuito importante.
      Obrigado.
      Bjs,
      Inacio

  2. Dani de Faria disse:

    Interessantes e lindas observações, meu anjo. Somente gostaria de fazer uma humilde observação. Como todos nós já lemos, em Eclesiastes, 3 “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
    Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
    Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
    Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;
    Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;
    Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
    Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.
    Que proveito tem o trabalhador naquilo em que trabalha?
    Tenho visto o trabalho que Deus deu aos filhos dos homens, para com ele os exercitar.
    Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim.
    Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida (…). “
    Todos nós temos potencial para praticar o bem (assim, como o mal). Todavia, cada um de nós está em um estágio próprio de maturidade, de evolução, e inevitavelmente, no tempo certo, sentiremos necessidade de partirmos a procura de respostas sobre o que realmente importa, sobre o sentido de nossa própria existência neste planeta. Nesse momento estará aberto o caminho para a realização do trabalho em prol do amor.
    Me veio a mente aquele trecho do livro Nosso Lar (Capítulo 26, pág. 168) onde o Ministro Genésio diz à André Luiz que, “Quando o discípulo está preparado , o Pai envia o instrutor. O mesmo se dá, relativamentao trabalho. Quando o servidor está pronto, o serviço aparece. (…)”
    No próprio Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo 24, podemos apreender o ensinamento de que” todo o ensinamento deve ser proporcional á inteligência de quem o recebe. Existem pessoas as quais a luz muito forte ofuscaria em vez de esclarecer.”
    Benzinho, cada coisa a seu tempo. Todos nós teremos a oportunidade de servir quando estivermos preparados. Neste momento, somente neste momento, estaremos aptos para cumprir a missão que nos foi confiada pelo Mestre Jesus. E, pode acreditar que os nossos mentores espirituais nos mostrará o modo como qual tal missão deverá ser cumprida.

    É só a humilde opinião de um pessoa hoje um pouco mais resignada diante da vontade da espiritualidade, tá. Aliás, você sabe que é assim que eu penso.
    Beijo,
    Dani

    • inacioqueiroz disse:

      Lindo comentário, Gatinha!

      A questão é que, quando ouvimos o convite da vida e temos consciência de que ele foi feito para nossa evolução, é sinal que esse tempo de evoluir chegou. A questão toda é ter consciência ou não.

      Daí por diante, toda resistência que fizermos faz parte de nossa recalcitrância, de nossa indolência, de nossa necessidade de recondicionar.
      Mas … como vc bem disse, cada um com seu tempo. rsrsrs

      Obrigado por suas palavras.
      Muito enriquecedor.
      Muitos beijos,
      Inacio

    • camelo disse:

      fico muito orgulhoso de receber e ler; esta msg é ótimo para podermos refletir valeuu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s