07-Ante a Coletividade

(Meditação sobre “O Evangelho por Emmanuel – Volume 1”)
Comentários ao Evangelho segundo Mateus

Vendo as turbas, subiu ao monte. […]”
Mateus 5:1

Meditação sobre: Diante da Multidão (Fonte viva – FEB Editora)

“Vida de gado…”
“Povo marcado,”
“Povo feliz!”

Assim canta o cancioneiro popular.
E cantamos juntos a plenos pulmões.

Afinal, ele não está falando da gente, né! Ou está?

Nessa meditação, Emmanuel inicia alertando:
O procedimento dos homens cultos para com o povo experimentará elevação crescente à medida que o Evangelho se estenda nos corações.

Enquanto isso não ocorre… vida de gado!

Os que hoje sobem aos montes da autoridade, da fortuna, da inteligência e do poder querem, na grande maioria, explorar, humilhar e, depois, esquecer a multidão.

São religiosos que dominam os textos sagrados, apenas para dominar pessoas.
São políticos que descobrem abordagens psicológicas e emocionais para proveito próprio.
São mestres tiranos que envenenam as pessoas com ideias de ódio e de segregação, para lançá-las em guerras fratricidas.
São juízes que usam brechas e interpretações para enganar e confundir no que é justo.
São administradores que arregimentam multidões para encaminhar a massa contra o progresso.

E as verdadeiras pessoas boas? apesar de prejudicadas pela ignorância que perturba e assusta a coletividade, elas continuam no esforço do bem.

Observa Emmanuel: “Entretanto, para a comunidade dos aprendizes do Evangelho, em qualquer clima da fé, o padrão de Jesus brilha soberano. Vendo a multidão, o Mestre sobe a um monte e começa a ensinar…”.

Educação é a peça chave!
Temos de colocar nosso suor na educação, nossa educação e educação de todos.
Ajudar a pensar, a crescer e a aprimorar-se.

Não devemos amar ao próximo como amamos a nós mesmos?
Então devemos auxiliar na elevação do próximo, assim como queremos melhoria e prosperidade para nós mesmos. Isso sim é felicidade real e indiscutível!

Temos pessoas em dificuldades e ignorâncias a nossa volta o tempo todo, aos milhares.
Braços abertos, coração distendido, vamos irradiar entendimento para todos!
Entendimento, fraternidade e simpatia, sem nada exigir.

E conclui Emmanuel:Quando o cristão pronuncia as sagradas palavras ‘Pai Nosso‘, está reconhecendo não somente a Paternidade de Deus, mas aceitando também por sua família a humanidade inteira“.

Meditação sobre a “O Evangelho por Emmanuel”
Texto referenciado: “Diante da Multidão” – obra “Fonte viva”.
FEB Editora Cap. 104

–o0o–

** Notas do autor do Blog **

** O Espiritismo é a religião do livro! Nasceu com um livro e nos convida sempre a novas leituras, novos estudos, debates, palestras, seminários e meditações. Aprender é o caminho para se educar. Ajudemos a quem está mais atrasado a buscar esse tesouro que ora descobrimos.

** O diretor do meu grupo espiritualista sempre nos convidou a produzir em nossa casa uma Universidade do Espírito. De fato, hoje até chego a me sentir um calouro nessa grande Universidade que é a Doutrina Espírita. Mas hoje percebo que a maior necessidade da multidão é realmente uma “Alfabetização do Espírito“. Levei muito tempo analfabeto até perceber o quanto eu não sabia!

** Apesar da importância da educação, não iremos encontrar nenhum espírita palestrando em praça pública com um megafone. Isso porque é necessário que as pessoas despertem para a necessidade de aprender. Muitos, além de inscientes, de “não saber”, são também inconscientes, “não sabem que não sabem”. Para essas pessoas, somente o tempo e as experiências da vida podem trazer as lições iniciais para o devido despertar. Quando despertam, elas naturalmente procuram a ajuda. Quando o discípulo está pronto… o Mestre aparece.