De onde vem o pesadelo? – SUPERINTERESSANTE

Apesar de assustadores, eles são muito úteis
para a nossa saúde mental

Nós passamos cerca de um terço das nossas vidas dormindo. Como o cérebro continua em atividade mesmo quando estamos em sono profundo, isso também significa que, durante todo esse tempo, também estamos sonhando.

Foi pensando nisso que Gary Fireman, um pesquisador do Departamento de Psicologia da Universidade de Suffolk, dedicou sua carreira à compreensão do sono, dos sonhos e, mais importante, dos pesadelos.

Para ele, existe uma diferença entre os pesadelos e o que ele chama de “sonhos perturbadores”. Os pesadelos são sonhos assustadores que sempre acordam quem está dormindo, enquanto os perturbadores não chegam a despertar a pessoa.

LEIA: O que seus sonhos dizem sobre você?

Um estudo da Universidade de Montreal confirmou que os pesadelos têm um impacto psicológico muito maior do que os sonhos perturbadores – e que o medo nem sempre é a emoção principal: em vez disso, um sonhador pode sentir tristeza, culpa, nojo e confusão. E isso é muito importante para definir de onde vêm os pesadelos e a sua utilidade.

Fireman explica que os pesadelos são uma forma de processar emoções e experiências que nós não conseguimos compreender direito enquanto acordados. É que nosso cérebro tenta nos proteger de certos sentimentos percebidos como nocivos, deixando-os “presos” no inconsciente, que é uma parte inacessível do cérebro (pelo menos enquanto estamos acordados). É para lá que vão desejos reprimidos, e é de lá que vem aquelas sensações que você não consegue explicar direito, como a raiva de alguém que acabou de conhecer ou um medo repentino que parece surgir do nada.

Enquanto dormimos, a “porta” que divide a parte consciente do nosso cérebro da parte inconsciente se abre, possibilitando um contato entre essas duas partes. Fireman explica que essa “porta” corresponde ao córtex frontal, parte relacionada aos pensamentos lógicos e racionais.

É a partir do encontro entre o racional e o reprimido que os sonhos e pesadelos são formados, fazendo com que a gente consiga fazer conexões diferentes e mais criativas do que aquelas que fazemos enquanto acordados. Só que o inconsciente não funciona como o consciente: ele se comunica por meio de símbolos. É por isso que os sonhos raramente são literais, e interpretá-los pode ser uma parte importante de um processo de terapia, por exemplo.

Te interessou ?
Tem mais! Clique aqui !!

Referência:
SUPERINTERESSANTE
De onde vem o pesadelo?

Publicado em Publicações | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Código Penal da Vida Futura: 18o./32 pontos

CIO Céu e o Inferno (CI – 1865)

PARTE PRIMEIRA – DOUTRINA
As
Penas Futuras Segundo o Espiritismo

CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

18º Os Espíritos imperfeitos são excluídos dos mundos felizes, cuja harmonia perturbariam. Ficam nos mundos inferiores a expiarem as suas faltas pelas tribulações da vida, e purificando-se das suas imperfeições até que mereçam a encarnação em mundos mais elevados, mais adiantados moral e fisicamente. Se se pode conceber um lugar circunscrito de castigo, tal lugar é, sem dúvida, nesses mundos de expiação, em torno dos quais pululam Espíritos imperfeitos, desencarnados à espera de novas existências que lhes permitam reparar o mal, auxiliando-os no progresso.

 

dbl2_videira

Publicado em O Céu e o Inferno | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ocupações e missões dos Espíritos – outras 4 perguntas

Livro dos Espíritos (LE) – PARTE SEGUNDA
Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos

Capítulo X – Das ocupações e missões dos Espíritos

 

578. Poderá o Espírito, por própria culpa, falir na sua missão?

“Sim, se não for um Espírito superior.”

    a) — Que conseqüências lhe advirão da sua falência?

       “Terá que retomar a tarefa; essa a sua punição. Também sofrerá as conseqüências do mal que haja causado.

579. Pois se é de Deus que o Espírito recebe a sua missão, como se há de compreender que Deus confie missão importante e de interesse geral a um Espírito capaz de falir?

“Não sabe Deus se o seu general obterá a vitória ou se será vencido? Sabe-o, crede, e seus planos, quando importantes, não se apoiam nos que hajam de abandonar em meio a obra. Toda a questão, para vós, está no conhecimento que Deus tem do futuro, mas que não vos é concedido.”

580. O Espírito, que encarna para desempenhar determinada missão, tem apreensões idênticas às de outro que o faz por provação?

“Não, porque traz a experiência adquirida.”

dbl2_videira

Publicado em Livro dos Espíritos | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

2016: Natal e Ano Novo Repleto de Saúde e Paz !!

Em reverência ao Nascimento do Mestre Jesus,
primícias da Era do Amor sobre nosso planeta,
guardaremos silêncio e oração nesse período,
retornando ao estudo em Janeiro.

Querer bem“… Quem dera pudesse ser
sempre Natal dentro de nós!
E, no mundo inteiro,
a mesma canção,
na mesma voz:

Hoje a festa mais bonita é o amor,
é querer bem!
O presente mais bonito é viver,
é querer bem!

A Natividade

(Idéias do autor do blog)

–o–

NatividadeEle veio …

O Sacerdote dos Sacerdotes escolheu uma manjedoura para nascer!

Nosso Governador, que acompanhou a construção do planeta Terra, escolheu uma família de carpinteiros e pedreiros.

Poucos recursos, sem sobrenome e repletos de amor!

Quando a radiosidade do espírito Jesus adentra a humanidade, não há como os médiuns mais atentos deixarem de ver Seus sinais.

EstrelaE eles vieram…
De perto e de longe …
Pastores que liam a natureza, magos que liam as estrelas …

Todos em uma viagem espiritual, na certeza de que algo grandioso estava sendo apontado por aquela estrela no céu.

E o mundo recebeu o autor da Boa Nova Divina!
EIS QUE VOS TRAGO BOAS NOVAS DE ALEGRIAS !!!

Hoje, a radiosa estrela Jesus continua convidando seus Reis do povo, seus Magos das casas religiosas e seus Pastores de Almas …
Convida-nos para seu nascimento no coração da humanidade.

tres-reis-magosQual será nosso presente para ele?

Que possamos todos nos ajoelhar perante Ele, reverenciando o grandioso espírito Jesus.

Com as mãos cheias de talentos multiplicados …

Com o coração repleto de sentimentos novos …

Com a dignidade de ter nos esforçado …

Tendo em mãos um pequeno trecho de seu Reino de Amor.

Feliz Natal, ontem, hoje e sempre !
Saúde e Paz !

(Inacio)

Publicado em Generalidades | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Antoine Bell – Espíritos Suicidas

[O Céu e o Inferno – Suicidas]

bancariosEra o caixa de uma casa bancária do Canadá e suicidou-se a 28 de fevereiro de 1865.
Um dos nossos correspondentes, médico e farmacêutico residente na mesma cidade, deu-nos dele as informações que se seguem:

“Conhecia-o, havia perto de 20 anos, como homem pacato e chefe de numerosa família. De tempos a certa parte imaginou ter comprado um tóxico na minha farmácia, servindo-se dele para envenenar alguém. Muitas vezes vinha suplicar-me para lhe dizer a época de tal compra, tomado então de alucinações terríveis. Perdia o sono, lamentava-se, batia nos peitos. A família vivia em constante ansiedade das 4 da tarde às 9 da manhã, hora esta em que se dirigia para a casa bancária, onde, aliás, escriturava os seus livros com muita regularidade, sem que jamais cometesse um só erro. Habitualmente dizia sentir dentro de si um ente que o fazia desempenhar com acerto e ordem a sua contabilidade.
Quando se afigurava convencido da extravagância das suas idéias, exclamava:
— “Não; não; quereis iludir-me… lembro-me… é a verdade…

A pedido desse amigo, foi ele evocado em Paris, a 17 de abril de 1865.

1. Evocação.

— R. Que pretendeis de mim? Sujeitar-me a um interrogatório? É inútil, tudo confessarei.

2. Bem longe de nós o pensamento de vos afligir com perguntas indiscretas; desejamos saber apenas qual a vossa posição nesse mundo, bem como se poderemos ser-vos úteis…

— R. Ah! Se for possível, ser-vos-ei extremamente grato. Tenho horror ao meu crime e sou muito infeliz!

3. Temos a esperança de que as nossas preces atenuarão as vossas penas. Afigura-se-nos que vos achais em boas condições, visto como o arrependimento já vos assedia o coração — o que constitui um começo de reabilitação. Deus, infinitamente misericordioso, sempre tem piedade do pecador arrependido. Orai conosco. (Faz-se a prece pelos suicidas, a qual se encontra em O Evangelho segundo o Espiritismo.)

Agora, tende a bondade de nos dizer de quais crimes vos reconheceis culpado. Tal confissão, humildemente feita, ser-vos-á favorável.

— R. Deixai primeiro que vos agradeça por esta esperança que fizestes raiar no meu coração. Oh! há já bastante tempo que vivia numa cidade banhada pelo Mediterrâneo. Amava, então, uma bela moça que me correspondia; mas, pelo fato de ser pobre, fui repelido pela família. A minha eleita participou-me que desposaria o filho de um negociante
cujas transações se estendiam para além de dois mares, e assim fui eu desprezado. Louco de dor, resolvi acabar com a vida, não sem deixar de assassinar o detestado rival, saciando o meu desejo de vingança. Repugnando-me os meios violentos, horrorizava-me a perpetração do crime, porém o meu ciúme a tudo sobrepujou. Na véspera do casamento, morria o meu rival envenenado, pelo meio que me pareceu mais fácil. Eis como se explicam as reminiscências do passado… Sim, eu já reencarnei, e preciso é que reencarne ainda…
Oh! meu Deus, tende piedade das minhas lágrimas e da minha fraqueza!

4. Deploramos essa infelicidade que retardou vosso progresso e

Interessa ? Leitura completa clicando aqui !!!

dbl2_videira

Publicado em O Céu e o Inferno | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Código Penal da Vida Futura: 17o./32 pontos

CIO Céu e o Inferno (CI – 1865)

PARTE PRIMEIRA – DOUTRINA
As
Penas Futuras Segundo o Espiritismo

CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

17º O arrependimento pode dar-se por toda parte e em qualquer tempo; se for tarde, porém, o culpado sofre por mais tempo.

    Até que os últimos vestígios da falta desapareçam, a expiação consiste nos sofrimentos físicos e morais que lhe são conseqüentes, seja na vida atual, seja na vida espiritual após a morte, ou ainda em nova existência corporal.

    A reparação consiste em fazer o bem àqueles a quem se havia feito o mal. Quem não repara os seus erros numa existência, por fraqueza ou má vontade, achar-se-á numa existência ulterior em contacto com as mesmas pessoas que de si tiverem queixas, e em condições voluntariamente escolhidas, de modo a demonstrar-lhes reconhecimento e fazer-lhes tanto bem quanto mal lhes tenha feito.

  Nem todas as faltas acarretam prejuízo direto e efetivo; em tais casos a reparação se opera, fazendo-se o que se deveria fazer e foi descurado;
cumprindo os deveres desprezados, as missões não preenchidas;
praticando o bem em compensação ao mal praticado, isto é,
tornando-se humilde se se tem sido orgulhoso,
amável se se foi austero,
caridoso se se tem sido egoísta,
benigno se se tem sido perverso,
laborioso se se tem sido ocioso,
útil se se tem sido inútil,
frugal se se tem sido intemperante,
trocando em suma por bons os maus exemplos perpetrados.
E desse modo progride o Espírito, aproveitando-se do próprio passado .*

* A necessidade da reparação é um princípio de rigorosa justiça, que se pode considerar verdadeira lei de reabilitação moral dos Espíritos. Entretanto, essa doutrina religião alguma ainda a proclamou. Algumas pessoas repelem-na porque acham mais cômodo o poder quitarem-se das más ações por um simples arrependimento, que não custa mais que palavras, por meio de algumas fórmulas; contudo, crendo-se, assim, quites, verão mais tarde se isso lhes bastava. Nós poderíamos perguntar se esse princípio não é consagrado pela lei humana, e se a justiça divina pode ser inferior à dos homens? E mais, se essas leis se dariam por desafrontadas desde que o indivíduo que as transgredisse, por abuso de confiança, se limitasse a dizer que as respeita infinitamente. Por que hão de vacilar tais pessoas perante uma obrigação que todo homem honesto se impõe como dever, segundo o grau de suas forças? Quando esta perspectiva de reparação for inculcada na crença das massas, será um outro freio aos seus desmandos, e bem mais poderoso que o inferno e respectivas penas eternas, visto como interessa à vida em sua plena atualidade, podendo o homem compreender a procedência das circunstâncias que a tornam penosa, ou a sua verdadeira situação.

 

dbl2_videira

Publicado em O Céu e o Inferno | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Níveis do Estado Ordinário de Consciência

indiana2 Pragmatismo PolíticoRedação Pragmatismo

Mulheres violadas 15/Nov/2016 às 17:02

Deu na Imprensa:

Vítima de estupro coletivo, mulher cometeu suicídio após vídeo da agressão ter sido compartilhado pelo WhatsApp.
Ela chegou a ser considerada culpada pela violência que sofreu

Reportagem Completa: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/11/mulher-comete-suicidio-apos-video-de-estupro-coletivo-vazar-no-whatsapp.html

RESUMO: mulher de 40 anos, indiana, profissional de saúde, esposa e mãe, independente financeiramente, foi estuprada por 3 homens do Estado de Uttar Pradesh, onde prestava serviços comunitários. Sabia do risco que corria, havia recebido ameaças, mas não recorreu às autoridades locais porque é costume no país culpar a mulher pelos estupros.

Ainda assim, pensou em fazer a denuncia para polícia após o ocorrido. Mas a intuição dela estava certa: ela acabou sendo considerada, aos olhos do povo local, culpada por ter “atraído” os homens.

O golpe final foi quando um video do estupro passou a circular pelo Whatsapp.
Com muita vergonha, a indiana cometeu suicídio.

Ilustrando bem o comportamento local, vejam o comentário do marido:

<< Mesmo o marido de ***** (a mulher), que ficou sabendo do vídeo pelos vizinhos, afirma que sua principal suspeita é de que ela tenha feito algo para encorajar o ataque.

“Se ela tivesse me contado”, diz ele, “nós teríamos perguntado se isso foi feito com seu consentimento. Então teríamos procurado os anciãos da vila para decidir o que deveria ser feito.”

Ele não demonstra qualquer sinal de revolta com o crime – e não fez nenhum pedido de ação policial contra os estupradores. >>

o0o

LE: 621. Onde está escrita a lei de Deus?
R: “Na consciência.”

niveisTendemos a achar que todos percebem o mundo e a realidade da mesma forma que nós.
Não é verdade. Cada um está num nível de consciência diferente.

Percebemos o mundo a partir do nível de consciência onde estacionamos e ainda filtramos a realidade pelo nível de consciência do nosso grupo social.

Assim, o que parece óbvio para alguns, parece ininteligível para outros.
Quando tal ocorre entre um adulto e uma criança, conseguimos entender. É criança!
Mas … e quando ocorre entre adultos???

12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
I Corintos 13:12

As bases e os paradigmas da PSICOLOGIA CRIATIVA ( Robert de Ropp, bioquímico), inspirando-se nas experiências de George Ivanovitch Gurdjeff, classificou os níveis ordinários de consciência em:

  • Sono sem sonhos;
    fenômenos orgânicos automáticos se exteriorizam, assim mesmo sem o conhecimento da consciência, tais: respiração, digestão, reprodução, circulação sangüinea. Qual anestesiado, sem ação lúcida e vontade.

    ** Em palestra, Divaldo Franco descreve esse nível como uma constante busca para atender as necessidade do corpo: o próximo churrasco, a próxima cervejada, a próxima noite de sexo, a próxima compra, a próxima viagem …

  • Sono com sonhos;

    libera clichês e lentamente incorpora-os à realidade, passando pelas fases dramáticas – os pesadelos, os pavores – para os da libido – ação dos estímulos sexuais – e os reveladores – que dizem respeito à parcial libertação do espírito quando o corpo está em repouso.

    ** Nesse nível, os clichês orientam as buscas: o churrasco “naquela” churrascaria, a cervejada “naquele” restaurante, a noite de sexo com “aquela” pessoa famosa , a compra “daquela” marca da moda, a viagem para “aquele” lugar…

  • Sono acordado;

    determinação pessoal, aliada à vontade, conduz o ser aos ideais de enobrecimento, à descoberta da finalidade da sua existência , às aspirações do que lhe é essencial, ao auto-encontro, à realização total.

    ** A percepção de que os clichês não conduzem a verdadeira felicidade. Mas o que seria felicidade? Quais seriam as coisas que, de fato, me fazem feliz? E como saber o que me faz feliz sem saber quem sou eu?

  • Transcendência do eu;

    Divaldo Francoidentificação consigo mesmo, com a conseguinte liberação do Eu Profundo, realizando a harmonia íntima com os ideais superiores, seu real objetivo psicológico existencial.

    ** O comportamento diário começa a se alinhar com o entendimento de quem sou eu e do que seja a verdadeira felicidade. Os conflitos interiores começam a perder força.

  • Consciência cósmica;

    superação dos conflitos, das angústias, a desidentificação dos conteúdos psicológicos afligentes, permitem a iluminação e vinculação com a “Consciência Cósmica”.

    ** Diz Vianna de Carvalho (espírito): Somente os grandes mestres e guias da humanidade, em razão de suas conquistas pretéritas, logram, conscientemente, e com freqüência, esse nível de libertação cósmica (…) É um nível de consciência que exige treinamento, cuidados, sacrifício pessoal, abnegação extremada, critério de objetivo, morte na vida…

***

** Nota do autor do blog: a compreensão dos níveis de consciência colabora com a Caridade no sentido da Indulgência (doçura com as faltas alheias), do Perdão da ofensas (visto a inconsciência de cada um) e, até mesmo com o Auto Perdão (a nossa inconsciência presente e pretérita).
[Vide Questão 886 do Livro dos Espíritos]

Publicado em Publicações | Marcado com , , , , | Deixe um comentário