39-Paciência e Amor

* Referência: Capítulos do Livro Seara dos Médiuns – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do Livro dos Médiuns (LM) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 39-Interpretação)
Reunião pública de 30-5-60
Questão LM no.223 inciso 6.

Todos nós sabemos que precisamos desenvolver tanto nosso conhecimento quanto nosso amor.

Como nos orientou o Espírito de Verdade:

Espíritas!, amai-vos, este o primeiro mandamento;
instruí-vos, este o segundo.

Mas, nessa sociedade onde o amor é tão sexualizado e romanceado, por que TODOS nós, mesmo os arreligiosos, exaltamos personalidades como Irmã Dulce e Madre Teresa?

Elas não demonstraram habilidades paranormais.
Também não versaram a palavra hábil ou erudita.
Não inovaram no raciocínio lógico nem agregaram fortunas.
Sequer conquistaram índices olímpicos ou conquistaram torneios.

Não!

Encontramos nelas, porém, a vivência rara daquilo que Santa Teresinha do Menino Jesus, a Doutora da Igreja Católica, chamou de “Pequena Via”, que é alcançar a santidade por um pequeno e reto caminho.

Não chegando a compôr a dita ‘infância espiritual’, conforme Teresinha definia, mas entregando incondicionalmente seus caminhos simples e modestos ao amor de Jesus Cristo.

Nesse capítulo, Emmanuel observa como muitas vezes oferecemos interpretação errônea ao que realmente importa para a Vontade Divina.

Na nossa ansiedade de transformar o mundo, esperamos que o fenômeno nos acerque para sustentar a nossa fé e a dos nossos irmãos.
Sim, o fenômeno tem sua importância.
Mas este assombra mais do que renova.

Esperamos que a palavra aguda e bem articulada nos chegue aos borbotões, encantando quem nos ouve.
Sim a palavra ilumina. Mas as discussões ferem e uma gravação substitui um orador.

Esperamos que idéias inovadoras preencham páginas e páginas por nossas mãos, renovando a Humanidade em lógica irretorquível.
Sim, a lógica desenvolve o pensar.
Mas um computador pouco sabe das coisas do coração.

Esperamos o recurso financeiro que irá sustentar todo um planejamento.

Sim, o dinheiro tem sua importância quando em movimento.
Mas não temos como contabilizar o abraço sincero e a mão amiga.

Esperamos uma capacidade ímpar de autosuperação, forças extraordinárias, vontades inquebrantáveis, habilidades admiráveis.

Sim, superar-se é necessário.
Porém, “a multidão aristocrática que se comprime no turfe de vez em vez grita e chora, aplaudindo um vencedor, e esse vencedor é sempre um cavalo.” – adverte Emmanuel.

Em nosso dia a dia, perante pequenos compromissos e afazeres comuns, temos sempre a oportunidade de alcançar valores divinos, uma vez que perfeitamente sintonizados com o Mundo Maior.

Para sermos fiéis na interpretação do Senhor, junto daqueles que nos rodeiam, precisamos, acima de tudo, da paciência e do amor, porque só a paciência trabalha sem cessar, construindo o progresso e a compreensão, e só o amor é poder que realmente transforma a vida.” (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: Livro dos Médiuns (LM)
CAPÍTULO XIX
DO PAPEL DOS MÉDIUNS NAS COMUNICAÇÕES ESPÍRITAS

Questão 223. inciso 6º. O Espírito, que se comunica por um médium, transmite diretamente seu pensamento, ou este tem por intermediário o Espírito encamado no médium?

“O Espírito do médium é o intérprete, porque está ligado ao corpo que serve para falar e por ser necessária uma cadeia entre vós e os Espíritos que se comunicam, como é preciso um fio elétrico para comunicar à grande distância uma notícia e, na extremidade do fio, uma pessoa inteligente, que a receba e transmita.”

*** Curiosidades ***

-Fiquei curioso com esta afirmação dos espíritos para Kardec. Se o espírito do médium é a pessoa inteligente que recebe e transmite a mensagem, como entender os chamados ‘Médiuns Mecânicos’? Na minha ingenuidade, eu pensava que o espírito ‘segurava’ o braço do médium de algum jeito e escrevia. O médium só doava o braço. Kardec teve a mesma dúvida e perguntou isso nos incisos 9 e 10 da questão 223. Segundo os espíritos, apesar de passivo, o espírito do médium mecânico não é nulo na comunicação mecânica. Isso porque o pensamento do espírito precisa de uma interpretação inteligente para se tornar mensagem. O médium mecânico não coloca suas idéias nela, mas transforma pensamento em mensagem para o espírito comunicante, mesmo que aparente ser inconsciente.
É uma lei nova que precisarei ruminar … (Recomendo ler os itens 9 e 10!)

-Sobre paciência, ouvi o grande escritor e amigo Gerson Monteiro contar uma passagem muito interessante. Em uma palestra, ele lembrou a orientação de Emmanuel: Sabemos que fixamos em nós a paciência quando respondemos a mesma pergunta por 5 vezes SEM SEQUER ALTERAR A VOZ. Já em casa, eis que sua esposa lhe faz uma pergunta. Bem humorado como sempre, ele responde com todos os detalhes. Passaram algumas horas, ela retorna com a mesma pergunta. Ele então responde:
– Poxa, eu já não te expliquei que isso é ‘assim, assim, assim’?
E ela dispara, cheia de razão:
-Ué? Você não disse que são 5 vezes???
Concluiu Gerson, com um belo sorriso: Pois é! Derrapei logo na segunda vez!
Deus te abençoe, querido mestre e amigo Gerson Monteiro, e te mantenha nessa disposição incessante por mais outros 60 anos de lida espírita! 

-Santa Teresa de Lisieux, a Santa Teresinha do Menino Jesus, entrou no Carmelo com 14 anos em 1887, precisando ser autorizada pelo Papa Leão XIII, uma vez que o Bispo de Lisieux não aprovou sua pouca idade. Vivendo numa época onde os Santos se caracterizavam por grandes austeridades, privações e macerações corporais (os cilícios), logo percebeu que não era aquele seu caminho. Reuniu então os ensinamentos de Jesus que abria o Reino do Céus para as crianças: “Se não vos tornardes como crianças, não entrareis no reino dos céus’ (Mt 18, 3)”. “Há muitas moradas na Casa de meu Pai“. Criou, assim, a “Pequena Via”, onde a incondicional entrega do nosso caminho ao amor de Jesus nos traz a chamada “infância espiritual”. Um profundo estado de pureza e simplicidade no trato das pequenas coisas do mundo, permitindo paz, alegria e união com o Poder Divino. “Para caminhar na pequena via”, declarava, “é preciso ser humilde, pobre de espírito e simples”. Desencarna aos 24 anos. Em 1921, o Papa Bento XV exaltou a ‘infância espiritual ‘ em um de seus discursos. Teresinha foi canonizada em 1925 e, em 1997, o Papa João Paulo II a proclamou Doutora da Igreja. A única proclamação deste teor em seu papado. A mais jovem dos 17 Doutores da Igreja.

-“A virtude madura termina no estado de infância” (Lao-tsé, século VII a.C.).

6 respostas para 39-Paciência e Amor

  1. claudie (Di) disse:

    Outro ponto que me motivou a falar foi este:”Segundo os espíritos, apesar de passivo, o espírito do médium mecânico não é nulo na comunicação mecânica. Isso porque o pensamento do espírito precisa de uma interpretação inteligente para se tornar mensagem. ”

    Entendo que, por isso, os espíritos aconselham ao médium que estude e aprimore seus conhecimentos, para que haja mais facilidade neste para captar e transmitir a mensagem enviada. Quanto mais preparado o médium, maior a afinidade que se estabelece entre este e seu mentor. Bjos!

    • inacioqueiroz disse:

      Rsrsrsrsrs
      Lá no Espiritbook eu pedi para vc postar aqui, mas vc foi mais rápida.
      Olha !!: vc arrasou. Até mesmo nessa questão do médium mecânico, que eu achei muito legal, vc fez um comentário super bacana. SHOW DE BOLA.
      Obrigado e muitos muitos beijos ….

  2. claudie (Di) disse:

    Como vc disse que a área de comentários está meio “morta” aqui, já que seus principais comentaristas só publicam no Espirit book, resolvi dar minha modesta contribuição aqui tb…

    “…nessa sociedade onde o amor é tão sexualizado e romanceado, por que TODOS nós, mesmo os arreligiosos, exaltamos personalidades como Irmã Dulce e Madre Teresa?…”
    Peguei esse trecho, para começar: Existem várias formas de amar, mas há 3 identificadas como principais:
    Agape (amor de Deus, incondicional) Filos (amor entre seres humanos (família, amigos) e Eros (amor relacionado a sexualidade e ao sexo). Quando vc fala do amor de personalidades como Madre Teresa e Irmã Dulce eu sinto como se esses espíritos estivessem doando parte do amor de Deus que já trabalharam em si, e têm disponibilidade para doar às outras pessoas. Não vemos, geralmente, pessoas que já desenvolveram esse tipo de amor num grau tão destacado (coloco o Chico, Sai Baba, Bezerra de Menezes, entre outros…). Por isso se destacam do contexto geral, por não se misturarem com o sentimento de amor sensual e romanceado, que tem mais a ver não com elevação espiritual, mas resposta aos instintos (necessidade de aceitação, procriação e sexualidade).
    Este amor que eleva, tudo aceita, não condena, não julga, compreende e ampara na hora da necessidade, silencia e não critica, espera e confia, com a certeza da fé no Deus que existe em cada um de nós, e que um dia irá despertar.
    É expressão da caridade e benevolência; é o alcance do amai-vos uns aos outros, como a si mesmos…
    A nós, pobres mortais em início de caminhada, cabe-nos os exercícios simples do b-a- ba, qual seja, ceder o lugar a alguém mais velho, silenciar ao ouvir uma crítica (difííícil!!! – mas que lembra a advertência de Emmanuel a Chico – “Quem não tem razão no que me critica não merece resposta, quem tem está falando a verdade, contra a verdade ninguém pode.”), não julgar nosso próximo por atitudes que nunca esperaríamos dele, pois afinal somos todos humanos, e não sabemos como agiríamos no confronto com as dificuldades e provas do outro. Cada um de nós tem seus nós emocionais, qua ás vezes aparecem e surpreendem os amigos.
    É nestas horas, principalmente, que devemos silenciar as críticas e ajudar o companheiro, amparando quando solicitado, e exercendo a empatia, nos colocando no lugar do outro.
    No fundo, fazer ao outro aquilo que gostaríamos que alguém nos fizesse, quando o mundo nos censura é o mesmo amor, tão grande quanto de não fazer ao outro aquilo que não gostaríamos para nós.
    Esses pequenos gestos de cortesia, transformam-se em atitudes de solidariedade, e evoluem para a caridade e o amor universal.
    A sementinha de hoje, pode se transformar na árvore frondosa de amanhã, que irá alimentar muitos outros como nós mesmos, hoje em dia. Agradeçamos a fé que nos inspira e impulsiona, com paciência e esperança.
    Vamos plantar nosso futuro cheio de àgape??? Bjos

    • inacioqueiroz disse:

      Eu ADORO essa visão do Emmanuel sobre : “Quem não tem razão no que me critica não merece resposta, quem tem está falando a verdade, contra a verdade ninguém pode.” Na verdade, assim, nós nunca temos motivos para responder uma crítica. Isso encaixa profundamente com a Oração da Serenidade. E passamos a entender a postura dos Espíritos orientadores: um silêncio perante os erros dos tutelados, até que eles peçam a orientação. Nessa serenidade perante TUDO, adentramos na verdadeira paz e felicidade em viver.
      Obrigado, Buguzinho !!! Me deu um lindo presente.

  3. Luana disse:

    Pois é, ainda falta muito para compreendermos, em toda a extensão, o significado dessa santidade presente nessas criaturas iluminadas. Mas creio firmemente que um dia chegaremos lá. É preciso apenas dar um passo de cada vez, com paciência e amor, e trilhar (cada um a seu modo), seu próprio caminho, sem deixar nada para trás, ainda que sejam equívocos e tristezas. E, com certeza, “superar-se é necessário”! Muito bom! Abraços!

    • inacioqueiroz disse:

      Que bom que vc gostou. Sua opinião tem grande peso pra mim.
      Acho que assim como movimento repetitivos com pesos fortalecem os músculos do corpo, o uso repetitivo da paciência e do amor transformam, ao longo de décadas, a nossa garra espiritual.
      Vai se tornando cada vez mais fácil ser paciente, ser amoroso, desviar-se do mal e abraçar o bem.
      Por isso o texto nos convida não para os grandes feitos, mas sim para o exercício contínuo, paciente e infinito do amor.
      O grande feito é só um acaso, que atraímos no momento certo. rsrsrs
      Abração …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s