44-Onde o Milagre Começa

* Referência: Capítulos do Livro Seara dos Médiuns – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do Livro dos Médiuns (LM) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 44-Ser Médium)
Reunião pública de 17-6-60
Questão LM no.223 inciso 10.

A Transcomunicação Instrumental (TCI) é um dos maravilhosos caminhos encontrados pelos espíritos para se comunicarem com nosso plano de existência.

Tudo começou com um curioso observador de pássaros que, ao gravar os trinados na floresta, percebeu vozes de fundo, palavras, frases e, por fim, comunicações.

Na evolução do tema, temos hoje comunicações por gravação de áudio, de vídeo, casos por telefone, em secretárias eletrônicas, por computador, e continuamos evoluindo.

Em seu modo mais comum, ligamos 2 ou 3 aparelhos de rádio fora de qualquer sintonia, deixando emitir apenas aquele conhecido chiado ininteligível. Um gravador é ligado e uma solicitação de comunicação é feita.

Mesmo nada tendo sido ouvido pelos presentes, as mensagens são gravadas pelo gravador. Por vezes, estas são gravadas de forma invertida, de trás para frente, eliminando a possibilidade de ser uma voz no ambiente.

Há, porém, 2 elementos comuns em todos estes mecanismos instrumentais usados: a aparelhagem precisa estar ligada e um ruído de base, seja sinal de áudio ou de vídeo, precisa estar em movimento.

Nesse capítulo, Emmanuel nos fala sobre os médiuns que se colocam como manequins, crendo que basta fechar os olhos e respirar para os espíritos fazerem TUDO!

Descreve ele: “Concentram-se mentalmente e aguardam, imóveis, nulificados, a manifestação dos Espíritos Superiores, esquecendo-se que o verdadeiro servidor assume sempre a iniciativa da gentileza, na mais comezinha atividade doméstica.

Observamos isso em nosso dia-a-dia:
A perfeição não existe em nosso plano. Num escritório, a chefia nunca terá o assistente perfeito, conhecedor de toda língua portuguesa, informática, legislação, rotinas administrativas, etc. Porém, ela contará com aqueles mais engajados e organizados, que já conhecem ou buscam rapidamente conhecer o trabalho em questão.

Assim também, temos o médico que não espera de seus enfermeiros uma moral ilibada nem o domínio de questões médicas que não lhe competem.

Nem o dono da frota de ônibus espera perfil diferente de seus motoristas, senão estar habilitado a dirigir e zelar pelo equipamento.

Nem o farmacêutico espera de seu balconista muito além do que conhecer este labor, ser atencioso com todos e o ajudar no controle das saídas de medicamentos.

44-ConfusoTeria algum sentido contratar um motorista que soubesse aviar receitas ou um balconista que consertasse ônibus?

Cada trabalhador permanece em sua própria tarefa, embora a interdependência seja o regime da vida apontado a todos.
– explica Emmanuel.

***

E completa: “Ser médium é ser ajudante do Mundo Espiritual.”
Auxiliar é estar na atividade de coração, entrando na divisão das tarefas, aliviando o grupo nos esforços que estão ao nosso alcance.

Jesus e Cirineu

Emmanuel conclui nos comparando ao piloto de um grande avião. A aeronave pode estar harmônica, orientada pelas torres de controle, abastecida e impulsionada.

Mas não pode dispensar do entendimento e disciplina do piloto.

Lá no início de minha caminhada, eu fechava os olhos e esperava pelo “milagre”.

Hoje entendo que o “milagre” começa na frase:Qual é a minha tarefa?”.

==&==

Leitura da Questão: Livro dos Médiuns (LM)
CAPÍTULO XIX
DO PAPEL DOS MÉDIUNS NAS COMUNICAÇÕES

Influência do Espírito pessoal do médium. – Sistema dos médiuns inertes. – Aptidão de certos médiuns para coisas de que nada conhecem: línguas, música, desenho. – Dissertação de um Espírito sobre o papel dos médiuns.

Questão 223. l0ª Dessas explicações resulta, ao que parece, que o Espírito do médium nunca é completamente passivo?
“É passivo, quando não mistura suas próprias idéias com as do Espírito que se comunica, mas nunca é inteiramente nulo. Seu concurso é sempre indispensável, como o de um intermediário, embora se trate dos que chamais médiuns mecânicos.”

*** Curiosidades ***

– O que um médium não pode deixar de aprender?
Como médium, sobre a mediunidade. E a Codificação Kardequiana é item básico nesse aprendizado, apesar de sabermos que é estudo para uma vida inteira.
Como Cristão, o Evangelho de Jesus. Outras muitas necessidades aparecerão ao longo do trabalho, mas estas são as diretrizes principais.

-Chico Xavier nos conta que, para psicografar alguns livros da séria André Luiz, ele foi antes levado para fazer um curso no plano espiritual durante as horas de sono. As idéias precisavam estar latentes nele para o ato da psicografia.

– Na Transcomunicação Instrumental, poderíamos alegar que as palavras gravadas estavam no chiado do rádio e, devido ao chiado, elas apenas não foram ouvidas.
Analisemos: só teremos palavras num chiado de rádio se alguma estação for sintonizada, nem que seja uma sintonia muito mal estabelecida. Quando esta mesma experiência é realizada num ambiente com isolamento eletromagnético (a chamada Gaiola de Faraday), nenhum sinal alcança os rádios devido ao isolamento da gaiola e as vozes ainda assim surgem no gravador. As palavras não possuem origem em fonte externa à gaiola. Os espíritos manipulam as freqüências no ato da gravação para formar o áudio das palavras ou mesmo imagens.

-Técnicas modernas de TCI, que fez 50 anos de atividade em 2009, fotografam inicialmente o rosto de um encarnado e usam esta imagem como base para os espíritos poderem alterar. O rosto vai sendo alterado até chegar na face de um desencarnado, por vezes reconhecida por alguém. Sônia Rinaldi e Clóvis Nunes são grande referências da TCI aqui no Brasil.

-Ficou famoso o caso do político Coelho Neto que, na década de 30, flagrou, por uma extensão, sua filha e sua neta conversando por telefone após sua neta já ter falecido. Ela sempre ligava para mãe dela às 18h. Decidido a descobrir quem era o farsante, grampeou as linhas e pesquisou junto a Companhia Telefônica. Nenhum registro foi encontrado, apesar delas terem conversado inúmeras vezes e ele mesmo ter reconhecido a voz da neta.

-Ouso afirmar que, assim como a TCI usa o chiado do rádio como base para comunicação eletrônica, os espíritos usam nosso envolvimento com o trabalho na casa espírita como base para auxiliar aos frequentadores todo o tempo. O mentor não consegue se colocar na porta da instituição como um recepcionista, encaminhando para o lugar certo cada encarnado. Mas ele usa a boa vontade do recepcionista encarnado para inspirá-lo, dar o sorriso amigo e o acolhimento certo, sugerir a melhor sequência e amparar aquele que chega.
E assim funciona em todas as atividades.
O desejo de cooperar é a nossa grande ligação com o Bem Maior.

Anúncios

6 respostas para 44-Onde o Milagre Começa

  1. claudie (Di) disse:

    Entendo o que quer dizer com a abordagem do Raul; também compartilho dela. Mas foi isso que estava querendo dizer… “Deus ajuda a quem cedo madruga”; “Quando o discípulo está pronto, o Mestre aparece.”A ajuda SEMPRE está ao nosso alcance, nós é quem precisamos estar prontos, amadurecidos o suficiente para percebê-la, e, aproveitá-la….
    Quanto às comunicações, não disse que eram 0800…há um “gasto” de energia para que se produzam, e ela não sai do nada, sai de quem está no ambiente…

    • inacioqueiroz disse:

      E eu não disse que vc disse disse que era 0800 (rsrsrs)
      Eu perguntei: vc não acha que é 0800 ??
      Mas se a gente for considerar o gasto de energia como pagamento, nada sai de graça porque existe ao menos o gasto de respirar (rsrsrsrs).
      Vc é show, Di. Obrigado!
      Muitos beijos ….

  2. Olá, querido. Tudo bem? Sobre essas comunicações via rádio tenho um relato pra contar. Eu tenho uma amiga que eu considero uma pessoa doutro planeta…rs Vejo nela um ser diferente, luz, que não se enquadra nas coisas mundanas deste nosso planeta. Ela é muito doida, descolada, mas é muito produtiva, cheia de energia. Enfim, eu costumo dizer a ela que ela brilha e tem uma estrela diferente. Pois bem, tenho uma astrologa com quem faço meu mapa periodicamente. Um dia essa amiga queria fazer o mapa e foi na minha astrologa. Ela faz o mapa e pede pra gente levar uma fita cassete (agora a gente leva gravador digital…rs) pra gravar o mapa. Ok, ela foi, fez a consulta, gravou. Quando um dia foi ouvir a fita, adivinhem?
    Havia uma voz masculina falando coisas pra ela, orientando o que ela deveria fazer, etc. Ela me mostrou a fita, juroooooooooooo! Quase caí pra trás. rs Impressionante. Tem a voz da astrologa e junto o cara falando um monte de orientações pra ela. Eu vi, é fato real.

    Sobre a mediunidade, “Quando o discípulo está pronto, ele passa a ver o Mestre, o trabalho e tudo mais, que sempre estiveram por perto, mas faltava despertar.”, gostei disso. Eu me sinto tb muito esperando acontecer. Mas de uns tempos pra cá eu falei que quero trabalhar mais, e de um jeito ou outro o trabalho tem aparecido. E quando aparece, eu procuro não negar, embora o medo venha junto, eu aceito e tento fazer da melhor forma. Mas eu gostaria mesmo é de ter mais contato mental com os meus amigos, pq tem horas que fico na concentração e não me vem nada e eu num sei qual é o trabalho a ser feito.

    é isso, bjs

    • inacioqueiroz disse:

      Oi Shi,
      Me perdoe a demora em responder.
      Anda difícil o meu acesso. Terei que rever meu equipamento de casa.
      Essa sua descrição é impressionante.
      E comprova o quanto muitas cartomantes e rezadeiras nada mais são do que médiuns que usam cartas, velas ou bola de cristal como canal.
      O fenômeno é o mesmo, apenas usa de outros apanágios para que a comunicação ocorra.
      De trabalho, sempre que quiser, tem MUITO lá no Passe (rsrsrsrs). Vc é sempre muito querida e bem vinda lá.

      Beijão ….

  3. claudie (Di) disse:

    A mediunidade nos é dada, na maioria dos encarnados, para abreviarmos ou amenizarmos nossas faltas, como no caso das penas de prestação de serviços à comunidade. Em vez de pagar por seu crime preso, a pessoa presta serviços assistenciais gratuitos à comunidade; neste caso, ele se redime perante a sociedade, a qual havia anteriormente lesado de alguma forma. perante a Lei de Deus, assim também acontece. Os médiuns são convidados ao trabalho da caridade, e este trabalho reverte em seu próprio benefício, poupando-o de muitas dores e lágrimas amargas…Mas este benefício, não é dado gratuitamente; o compromissado com o trabalho mediúnico deve fazer sua parte, preparando-se, estudando, tentando proceder à auto-reforma, envolvendo-se com o trabalho que pretende prestar.
    Quem vai dar uma aula, ou uma palestra, prepara-se para ela.
    Assim acontece com a mediunidade. Não são os médiuns meros instrumentos passivos, qual um rádio, que se liga e desliga o botão. Quanto mais nos envolvemos com o trabalho, e nos preparamos através do estudo, mais fácil fica para a espiritualidade que vem se vincular a nós neste trabalho. Consequentemente, melhor será a qualidade da transmissão levada a cabo, mais segurança terá o médium para a tarefa.
    “Deus ajuda a quem cedo madruga”; “Quando o discípulo está pronto, o Mestre aparece.” A espiritualidade espera nosso esforço, nossa vontade ATIVA em aprender, em melhorar. Estão ao nosso lado pacientemente para nos ensinar a usar a vara para pescar. O tempo de esperarmos pelo peixe sem esforço, já passou.
    Somos muito oportunizados por tanta informação e ensino que recebemos. Não podemos mais nos colocar na posição de ignorantes…

    Curiosidade: se o desencarnado te ligar, quem pagará a ligação ?
    Resposta: Provavelmente seu ectoplasma, ou de algum médium próximo…rsrsrs.Nada sai de graça!

    • inacioqueiroz disse:

      É verdade, a mediunidade, assim como todo tipo de trabalho, é oportunidade de remissão.
      E quanto melhor nos preparamos, melhor sai o trabalho, melhor nosso retorno.
      Fico pensando nos casos das pessoas que são perturbadss por ela: a necessidade deve ser grande.

      “Quando o discípulo está pronto, o Mestre aparece.” – eu gosto daquela visão do Raul Teixeira que diz assim:
      Quando o discípulo está pronto, ele passa a ver o Mestre, o trabalho e tudo mais, que sempre estiveram por perto, mas faltava despertar.
      Como o caso desse blog. Sempre tivemos esta oportunidade, mas só agora estamos maduros para fazê-lo.

      Vc não acha que a TCI é 0800 ?? rsrsrs Eu acho que quem paga é a benção Divina.
      Beijão … Valeu ….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s