74-Na Visão Deles

* Referência: Capítulos do Livro Seara dos Médiuns – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do Livro dos Médiuns (LM) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 74-Eles sabem)
Reunião pública de 10-10-60
Questão LM no.279.

Quando à frente do companheiro que sofre, determina a verdadeira superioridade moral te imagines no lugar dele, a fim de que a tua palavra sirva de refrigério e lição.” ─ afirma Emmanuel.

Mas é isso que costumamos fazer?

Nós nos colocamos no lugar daquele que sofre?

Ou somos craques em criticar o erro alheio, apontar o que está errado e ditar nossa solução?

É fácil falar de mim. Difícil é ‘ser eu’.” — declara um pára-choques de caminhão.

Na verdade, ninguém deseja uma vida errada, com exceção das pessoas bestializadas ao extremo e daquelas que escolheram a ignorância como modo de vida.
Estas outras aguardam pela ação da Divina Providência.

Se eu pudesse, / não seria / um problema social. ─ canta o pagode.

Na base de cada dificuldade, encontramos desesperança, decepção e medo, entre outros.

Tem aquele que vê o afeto como tolice.

Outro vê o fim da esperança na justiça social. Contam que Sandro, o seqüestrador do ônibus 174 no Rio de Janeiro, já tinha solicitado 3 vezes uma oportunidade de emprego para a Assistência Social antes de partir para o seqüestro.

Em outro, o peso da traição daquele em quem mais confiou.
Quantos casos de atentado à vida conhecemos que seguem atrelados à traição conjugal?

Se desejamos ajudar encarnados e desencarnados, precisamos trabalhar em nós a humildade e o entendimento.

Não tenhamos a ilusão de que conhecemos a dor alheia melhor que o próprio sofredor.
Ele convive com aquela dor, sabe o que consegue e o que ainda não consegue fazer.

E, surpresa: a nossa crítica não irá mudar isso.

Ao enfermo, levemos socorro e medicação e não explicações sobre causa e efeito.
Ao mutilado, levemos auxílio e recurso e não acusações.
Ao faminto, levemos o alimento e não orientações de como se manter.
Ao sedento, levemos água e não nossa repreensão.

Primeiro, tratemos a dor daquela hora.

Dementados, cegos, humilhados e infelizes.
A consciência deles já o acusam o suficiente, dispensando nosso verbo ácido.

Diante, pois, do irmão que caiu em remorso e rebeldia, azedume ou desespero, não lhe batas nas chagas.
Se quiseres efetivamente reajustá-lo, deixa que o teu amor apareça e lhe tanja as cordas do coração.

==&==

Leitura da Questão: Livro dos Médiuns (LM)
CAPÍTULO XXV
DAS EVOCAÇÕES

Questão 279. Ninguém exerce ascendentes sobre os Espíritos inferiores, senão pela superioridade moral. Os Espíritos perversos sentem que os homens de bem os dominam. Contra quem só lhes oponha a energia da vontade, espécie de força bruta, eles lutam e muitas vezes são os mais fortes. A alguém que procurava domar um Espírito rebelde, unicamente pela ação da sua vontade, respondeu àquele: Deixa-me em paz, com teus ares de mata-mouros, que não vales mais do que eu; dir-se-ia um ladrão a pregar moral a outro ladrão.

Há quem se espante de que o nome de Deus, invocado contra eles, nenhum efeito produza. A razão desse fato deu-no-la São Luís, na resposta seguinte:

“O nome de Deus só tem influência sobre os Espíritos imperfeitos, quando proferido por quem possa, pelas suas virtudes, servir-se dele com autoridade.

Pronunciado por quem nenhuma superioridade moral tenha, com relação ao Espírito, é uma palavra como qualquer outra. O mesmo se dá com as coisas santas com que se procure dominá-los. A mais terrível das armas se torna inofensiva em mãos inábeis a se servirem dela, ou incapazes de manejá-la.”

*** Curiosidades ***

-Nossa vida prática nos leva a buscar soluções assim que um problema se apresenta.
Mas não podemos esquecer que, junto aos problemas do próximo, tem ainda as razões pelas quais o próximo não conseguiu resolvê-los.
Nessa hora, saber ouvir é uma habilidade abençoada.

-Para aqueles que aprenderam e se apaixonaram pelas propostas espíritas, é quase automático ouvir uma questão e querer explicar a Lei de Causa e Efeito, Reencarnação, Obsessão e outras verdades trazidas pelo plano superior. A lingua coça.
Mas, perante o irmão que sofre, estas explicações só serão proveitosas quando ELE as solicitar. Exercitemos, então, nossa paciência!

-Quem auxilia mais: a voz da razão ou a voz do coração?
Está aberto o debate… rsrsrs

2 respostas para 74-Na Visão Deles

  1. REALMENTE A GRANDE SABEDORIA E ELEVAÇÃO ESPIRITUAL ESTA MAIS NO OUVIR DO QUE NO JULGAR… SÓ PRECISAMOS NOS POLICIAR PARA POR EM PRÁTICA A PRIMEIRA E ESQUECER A SEGUNDA… MARILENA C. CIAMPAGLIA

    • inacioqueiroz disse:

      Profunda sabedoria, Marilena.
      Sempre que ouço essa comparação entre ouvir e falar (no seu exemplo, a fala do julgamento), eu lembro daquele argumento:
      Por isso, todos nós temos uma só boca e 2 ouvidos. Para ouvir duas vezes mais.
      Obrigado e abração.
      Inacio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s