02-A Hora do Heroísmo

* Referência: Capítulos do Livro Justiça Divina – Chico Xavier/Emmanuel (FEB).
Objetivo: estudo de questões do livro O Céu e o Inferno (CI) de Allan Kardec.
Roteiro: Meditação – Leitura da Questão – Curiosidades.
(Meditação sobre o capítulo 02-Hoje ainda)
Reunião pública de 23-1-61
CI – 1a Parte – Cap. VII – Item 3 – inciso 8.

Alguma vez você já se pegou pensando em quanta gente você ajudaria se ganhasse aquele prêmio da loteria?

Tem muita gente que faz esse tipo de barganha em suas orações.

Senhor, me ajude a ganhar aquele prêmio que eu juro usar ‘N %’ em prol dos necessitados!!“. E passam a vida jogando e esperando…

Já pensou naquele curso ou naquele jornalzinho que faltava ser feito para melhorar o seu grupo de trabalho?

Ou aquela palavra, para ensinar aos necessitados que aportam em sua Casa de trabalho sobre algum ofício, sobre higiene, sobre uma obra edificante?

Tem muitos irmãos que percebem estas carências, mas não se percebem aptos para resolver. Passam a vida buscando quem faça e ficam esperando …

Já pensou o que um espírita poderia fazer na posição de Prefeito, Governador, Deputado ou Senador?

Ou mesmo coordenador de algum órgão que direcionasse proventos para causas humanitárias?

Tem muita gente que anseia tal oportunidade.
E, torcendo para que o vento do poder nos bafeje, continuam esperando …

E quando a gente se aposentar ou finalmente encontrar aquele emprego de 6h por dia?

Vai dar tempo para fazer todas as atividades do Centro Espírita e todas as obras de Caridade que sempre sonhamos!

Tem muita gente que já comprometeu o futuro tempo livre para o bem de todos.
E enquanto esta nova vida não chega, continuam esperando …

Nos ensina Emmanuel:

“Não esperarás pela fortuna a fim de servir à beneficência.
Não requererás a glória acadêmica para colaborar na instrução.
Não exigirás ascensão ao poder humano a fim de proteger as vidas alheias.
Não solicitarás feriado para socorrer os aflitos.

O trocado que mata a fome hoje vale muitas vezes mais do que a fortuna que nos solicitará intensa dedicação e, talvez, nunca chegue.

A mínima explicação para quem carece do alfabeto nos é mais preciosa do que uma larga coleção de nobres diplomas, muitos coroados pela inutilidade.

Pequeno gesto edificante, que incentiva um menino a buscar o melhor, vale mais que a posição brilhante sem proveito para ninguém.” – acrescenta Emmanuel.

Algumas horas de atenção, compreensão e carinho para quem está no sofrimento e na aflição têm muito maior valor do que séculos improfícuos, ancorados pela preguiça.

A hora do nosso heroísmo é agora.

Mesmo sem a santidade, mesmo sem a virtude, mesmo sem requisitos ideais ou habilidades desenvolvidas.

Comecemos a cultura das boas obras, hoje ainda, onde estivermos, porque toda migalha do bem, com quem for e onde for, é crédito acumulado ou começo de progresso na justiça de Deus.” (Emmanuel)

==&==

Leitura da Questão: O Céu e o Inferno (CI)
Primeira Parte – Doutrina
CAPÍTULO VII – As Penas Futuras segundo o Espiritismo

Item 3 – Código Penal da Vida Futura

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

Inciso 6º — O bem e o mal que fazemos decorrem das qualidades que possuímos. Não fazer o bem quando podemos é, portanto, o resultado de uma imperfeição. Se toda imperfeição é fonte de sofrimento, o Espírito deve sofrer não somente pelo mal que fez como pelo bem que deixou de fazer na vida terrestre.

*** Curiosidades ***

-Preciso confessar que eu nunca digeri muito bem a resposta 642 de O Livro dos Espíritos.
642. Para agradar a Deus e assegurar a sua posição futura, bastará que o homem não pratique o mal?
“Não; cumpre-lhe fazer o bem no limite de suas forças, porquanto responderá por todo mal que haja resultado de não haver praticado o bem.”

Depois de ter lido a questão dessa meditação, eu finalmente entendi essa lógica superior.
Devido a nossas imperfeições, paralisamos quando deveríamos agir pelo bem. Quando nos conscientizamos disso, que deveríamos ter agido e não fizemos, surge a culpa e ficamos ligados ao mal que derivou de nossa omissão. Claro, com níveis de responsabilidades diferentes para cada situação.

-Para muitas pessoas, o compromisso espírita é um verdadeiro heroísmo.
Nada a impede: a falta dinheiro de passagem, a saúde capenga, a despensa em casa que ficou vazia, o cônjuge que ficou em lágrimas pedindo para faltar, a falta do livro para o estudo, etc. Ainda assim, a pessoa não falta: faz todo o percurso caminhando, encobre suas dores, abre um sorriso, senta ao lado de quem tem o livro e trabalha com todo amor. Quando encontro estes irmãos valorosos, quase morro de vergonha dos meus pequenos empecilhos …

-Minha dificuldade para fazer esta meditação foi IMENSA. Ela é perfeita como é no original. Terminei a leitura dela em lágrimas, agradecendo por ter oportunidade de ensinamentos tão superiores combinando com tudo que tenho visto, tanto em minha profissão quanto no Centro Espírita. Recomendo fortemente que façam a leitura do texto original.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s