Poligamia – 2 Perguntas!!

Livro dos Espíritos (LE) – PARTE TERCEIRA
Das Leis Morais

Capítulo IV – DA LEI DE REPRODUÇÃO

Poligamia

700. A igualdade numérica, que mais ou menos existe entre os sexos, constitui indício da proporção em que devam unir-se?

“Sim, porquanto tudo, em a Natureza, tem um fim.”

701. Qual das duas, a poligamia ou a monogamia, é mais conforme à lei da Natureza?

“A poligamia é lei humana cuja abolição marca um progresso social. O casamento, segundo as vistas de Deus, tem que se fundar na afeição dos seres que se unem. Na poligamia não há afeição real: há apenas sensualidade.”

Se a poligamia fosse conforme à lei da Natureza, devera ter possibilidade de tornar-se universal, o que seria materialmente impossível, dada a igualdade numérica dos sexos.
Deve ser considerada como um uso ou legislação especial apropriada a certos costumes e que o aperfeiçoamento social fez que desaparecesse pouco a pouco.

Anúncios
Publicado em Livro dos Espíritos | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Olho por olho e o mundo acabará cego

SUPERINTERESSANTE

Frase da semana: “Olho por olho e o mundo acabará cego” (Gandhi)

[ A partir desta semana, a SUPER vai te explicar melhor um pouquinho mais sobre aquelas frases que ficaram famosas …]

A política de não-violência pregada por Mahatma Gandhi na Índia ficou mundialmente famosa e são várias as frases do pensador que são citadas até hoje. Uma delas é esta. Ainda que não existam evidências concretas de que ele a tenha dito (como uma gravação em áudio da frase), o Instituto Gandhi da Não Violência acredita na sua autenticidade.  A família do pacifista mais famoso da história também não nega a autoria.

A expressão remete a versículos do Livro do Êxodo que surgiram primeiro na tradução da Bíblia do Rei James, em 1611: “Então darás vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe”. Talvez a frase te lembre mais a lei de talião, presente no Código de Hamurabi, que regia a Babilônia por volta de 1780 a.C.

Louis Fischer, conhecido biógrafo de Gandhi, usou a expressão em seu livro A Vida de Mahatma Ghandi (1950), no capítulo sobre como o pensador encarava os conflitos na Índia, sob o domínio do colonialismo britânico. No entanto, a frase não foi colocada entre aspas. É por isto que a dúvida permanece – Gandhi chegou a dizer a tal frase ou Fischer a escreveu para ilustrar o pensamento dele?

FONTE: SUPERINTERESSANTE
https://super.abril.com.br/blog/superblog/frase-da-semana-8220-olho-por-olho-e-o-mundo-acabara-cego-8221-gandhi/
Publicado em Publicações | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Pensamento Chico Xavier #5

Imagem | Publicado em por | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Código Penal da Vida Futura: 30o./32 pontos

CIO Céu e o Inferno (CI – 1865)

PARTE PRIMEIRA – DOUTRINA
As
Penas Futuras Segundo o Espiritismo

CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

O Espiritismo não vem, pois, com sua autoridade privada, formular um código de fantasia; a sua lei, no que respeita ao futuro da alma, deduzida das observações do fato, pode resumir-se nos seguintes pontos:

29º Subordinadas ao arrependimento e reparação dependentes da vontade humana, as penas, por temporárias, constituem concomitantemente castigos e remédios auxiliares à cura do mal.
Os Espíritos, em prova, não são, pois, quais galés por certo tempo condenados, mas como doentes de hospital sofrendo de moléstias resultantes da própria incúria, a compadecerem-se com meios curativos mais ou menos dolorosos que a moléstia reclama, esperando alta tanto mais pronta quanto mais estritamente observadas as prescrições do solícito médico assistente.
Se os doentes, pelo próprio descuido de si mesmos, prolongam a enfermidade, o médico nada tem que ver com isso.

dbl2_videira

Publicado em O Céu e o Inferno | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

22 de Maio – Dia do Abraço

Imagem | Publicado em por | Marcado com , | Deixe um comentário

Dia Internacional da Família

Imagem | Publicado em por | Marcado com , | Deixe um comentário

Srta. Emma’ [O Céu e o Inferno – Espíritos Felizes]

[O Céu e o Inferno – Espíritos Felizes]

Em conseqüência de acidentes causados por fogo, faleceu esta donzela após cruéis sofrimentos.
Alguém se propusera solicitar a sua evocação na Sociedade Espírita de Paris, quando ela se apresentou espontaneamente a 31 de julho de 1863, pouco tempo depois da morte.

“Eis-me aqui ainda no cenário do mundo, eu que me julgava sepultada para sempre no meu véu de inocência e juventude. Salvar-me-ia o fogo da Terra, do fogo do inferno
— assim pensava eu na minha fé católica, e, se não ousava entrever os esplendores do paraíso, minhalma tímida se apegava à expiação do purgatório, enquanto pedia, sofria e chorava.
Mas, quem dava ao ânimo abatido a força de suportar as angústias?
Quem, nas longas noites de insônia e febre dolorosa se inclinava sobre o leito de martírios?
Quem me refrescava os lábios sedentos, escaldantes?
Éreis vós, meu Guia, cuja auréola branca me cercava; e éreis vós outros, Espíritos caros e amigos, que vínheis murmurar-me ao ouvido palavras de esperança e de amor.

“A chama que me consumia o corpo débil também me despojou das suas cadeias, e, assim, morri vivendo já a verdadeira vida. Não experimentei a perturbação; entrei serena e recolhida no dia radiante que envolve aqueles que, depois de muito terem sofrido, souberam esperar um pouco.

Minha mãe, minha querida mãe foi a última vibração terrestre que me repercutiu na alma. Como eu desejo que ela se torne espírita!
Desprendi-me da Terra qual fruto maduro que se destacasse da árvore antes do tempo.
Eu não tinha sido tocada pelo demônio do orgulho que estimula as almas desditosas, arrastadas pelos sucessos embriagadores e brilhantes da juventude.

“Bendigo, pois, o fogo, o sofrimento, a prova, que não passavam de expiação. Semelhante a esses brancos e leves fios do outono, flutuo na torrente luminosa, e não são mais as estrelas de diamante que me rebrilham na fronte, mas as áureas estrelas do bom Deus.

Emma.”

1 Emma Livry.

 

Publicado em O Céu e o Inferno | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário